Wesley “realiza sonho” e lamenta ausência nesta fase da Libertadores

O meio-campista Wesley pôde falar pela primeira vez como jogador do São Paulo neste domingo. Depois de ter sido anunciado como reforço, com vínculo até o fim de 2018, o jogador lembrou o nervosismo por não ter conseguido ser inscrito nesta primeira fase da Copa Libertadores da América, já que cumpriu o contrato com o rival Palmeiras até sexta-feira.

“É um cenário diferente (na Libertadores). Estando de fora, eu fico nervoso, a flor da pele, porque você quer participar e dar sua contribuição. Mas era meu momento e eu tive de esperar. Tenho certeza de que o São Paulo vai se classificar e, depois, vou poder estar junto com meus companheiros para ajudar da melhor forma”, comentou, ao site oficial do clube.

O Palmeiras já previa a transferência de Wesley para o São Paulo desde o segundo semestre do ano passado, mas o Tricolor sempre negou. Neste início de 2015, a diretoria alviverde colocou o meio-campista para treinar separado, até encerrar o contrato na sexta.

Divulgação/São Paulo FC

Wesley lembrou de ter feito teste no São Paulo e afirmou que realiza um sonho no clube

Como não foi liberado pelo time de Palestra Itália no início do ano, como tentou seu empresário, Wesley não pôde ser inscrito na fase de grupos da Libertadores e nem na etapa inicial do Paulistão. Sem o reforço, o time de Muricy Ramalho perdeu para o Corinthians e venceu o Danubio, mas o meio-campista ainda tem mais quatro compromissos só para assistir, tendo a possibilidade de ser registrado no torneio continental caso o clube avance para o mata-mata.

Apesar de ainda não saber quando estreará, o jogador manifestou sua satisfação por vestir a camisa são-paulina. “Estou realizando um sonho e espero dar muitas alegrias, porque sei da grandeza e da história. Tomara que possa corresponder da melhor maneira”, comentou.

O atleta, que teve passagens também por Santos, Atlético-PR e Werder Bremen (da Alemanha), além do Palmeiras, ainda explicou que acredita em títulos do São Paulo nesta temporada.

“Está forte. O São Paulo sempre manteve um nível de qualidade técnica e de competição muito elevado. Este ano não vai ser diferente, ainda mais por ter feito um belíssimo Brasileiro no ano passado. Tenho certeza de que vêm títulos por aí”, comentou.

Muito criticado pela torcida palmeirense nas últimas partidas que fez pelo clube, Wesley fez sua promessa aos são-paulinos do que mostrará nos jogos. “Garra, vontade e, principalmente, humildade, com disposição em campo, assim como meus companheiros, para conquistar bastante coisa”, acrescentou.

Aos 27 anos, Wesley também explicou que quase defendeu o São Paulo no início da carreira. “Projetei minha vida para isso. Quando menino, fiz teste no São Paulo e, por consequências da vida, não fiquei, mas hoje tenho a oportunidade de chegar e ajudar da melhor forma, com a certeza de que vai dar certo”, encerrou.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

3 comentários em “Wesley “realiza sonho” e lamenta ausência nesta fase da Libertadores

  1. Engraçado, todo jogador, pelo visto, sonha em jogar no SP. Perfeito! Antes eu achava que era pela grandeza do clube; de sua torcida; pelos títulos conquistados.
    Agora descobri que não; o verdadeiro motivo pelo qual todos jogadores “sonham” em jogar no SP, é pela vida folgada que eles levam: salários altíssimos; contratos longos; brincadeiras no lugar de treinos táticos e jogadas ensaiadas à exaustão; e, durante os jogos, fazerem de contas que estão “dando o máximo” (basta dar uns toques pro lado ou para trás deixando o time com a tal posse de bola); afinal, ninguém cobra ninguém a sério; ganhar ou perder são detalhes, já que no fim do mês o “cascaio” entra de qualquer forma (mesmo com algum atraso de vez em quando); o treinador não é capaz de deixar seus “medalhões” no banco e arriscar alguma coisa diferente para mudar. Enfim, como não sonhar em jogar num clube como esse? Viram o Jadson? Bastou entrar num time que tem um esquema tático ensaiado e onde a cobrança é muito forte, e ele voltou a jogar um futebol muito diferente do que jogava por aqui.
    O SP tem um grande elenco; falta diretoria e comissão técnica, de iguais estaturas, que os façam jogar…

    • Grande RP, avaliou com equilibrio da visa’o da maioria de no’s com certeza,
      e mais quando sa’o cobrados pelo presidente ou diretoria da empresa,
      e’ mesmo um Deus nos acuda, e ainda tem jogador que diz, isso atrapalha
      sua performance em campo. Quanta hipocrisia, quantos de no’s
      apoiam esse tipo de cobranca que so’ na’o hexiste para esses folgados boleiros,
      treneros, kartolas e P s da vida, em qualquer outro setor ja falaram por aqui
      o que acontece de verdade.

  2. Vi voce jogar varias vezes no time da porkada,
    depois que falaram que viria pra ka, fiquei kurioso,
    mas se o futebolzinho for aquele,
    volte correndo, o problema e’ que saiu corrido pela torcida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*