Danilo Brida

Bom amigos, vou me apresentar. Sou o Danilo Brida, leitor e ouvinte da rádio do site, tenho 36 anos e grande parte dela, digamos mais de 30 anos, sofrendo e vibrando como vocês a cada jogo do nosso amado time. A foto é do último jogo do nosso SPFC contra o Vitória, eu e a patroa dona Tania, mas vamos ao que interessa.

Depois de vários assuntos abordados pelos nossos caros amigos, vou abordar o Estádio do Morumbi, a nossa casa, aquela que quando somos ainda uma criança, nosso pai nos leva e apresenta a nós e com isso passamos a amá-la, respeitá-la e cuidá-la (OPS) como se fosse a nossa segunda casa. Porque o “OPS”, porque isso nós deveríamos fazer, acaso cada um não cuidamos de nossas casas? Não a defendemos? Não a reformamos? Sim, eu sim e tenho certeza de que vocês também o fazem, pois bem, o Morumbi é a nossa casa e ela não têm sido cuidada como deveria, não tem sido amada por quem tem o dever de zelar por ela como deveria.

Vamos aos fatos: decidi esse ano voltar a ir com mais regularidade ao estádio, nos últimos anos tenho ido pouco. Já fui esse ano algumas vezes na cadeira superior laranja (anel intermediário) e nesse nosso último jogo fui ao setor mais popular, a arquibancada amarela. Eu resolvi visitar de preferência todos os setores do estádio e espero fazer até o final do ano para comprovar uma teoria de que o nosso estádio está sendo mal cuidado, aos poucos e até o final do ano passarei por todos e poderei avaliar melhor, mas…

Podemos dizer que a coisa não anda boa e acho que para isso não se tem desculpa. A casa tem que ser cuidada e limpa. Isso é o que menos se espera, ainda mais quando o dono SPFC é rico, sim, o nosso clube é rico, arrecada muito e pelo menos com o que arrecadamos, tínhamos que ter o maior zelo pelo nosso estádio, pois é o maior do Brasil e particular!

Vamos lá: rampas de acesso. As rampas de acesso para subir ao estádio, logo depois de passar pelos portões, estão com buracos, afundamentos e rachaduras. Sinceramente isso é inadmissível. Falta de zelo!

Banheiros: terríveis, no anel intermediário o cheiro é de banheiro que não é limpo e cuidado, eu entrei no estádio assim que o portão foi aberto e o cheiro já era insuportável e sabemos que ali é um banheiro que é pouco usado, não seria nada difícil manter limpo e cheiroso. E tão pouco seria caro. No anel superior, na arquibancada amarela é ainda pior, o mictório não é individual, é coletivo, se o cidadão chegar e for urinar ao lado, ele urina em você, a urina espirra no azulejo e o estrago está feito, é um urinando com medo e fugindo do outro, algo absurdo. No geral é uma imundície tremenda. Falta de zelo!

Som ambiente: no anel intermediário, assim como no resto do estádio não parece ter um som ambiente, adequado para cada setor. O que me parece é que o som ambiente é feito por caixas acústicas em volta do gramado, aí vem o detalhe: logo por estar ao lado do campo imagina-se que o volume fica extremamente alto para atingir bem a arquibancada, pois bem, quando fui à arquibancada o som ambiente é digamos, alto e normal. Mas no anel intermediário é extremamente alto, chega ao absurdo, tenho certeza que os decibéis são de levar qualquer aparelho de medição ás alturas, e sim, incomoda e muito, mesmo que você goste da música, quem chega cedo e entra faltando uma hora e meia fica com dor de cabeça e isso aconteceu comigo em todas as vezes que fui ao setor intermediário desde o ano passado. É desproporcional a altura das regulagens, o que é bom pra arquibancada se torna um tormento para o anel intermediário.

Compra de ingresso online: de um ano para cá, sempre que tentei comprar meu ingresso online não tive problemas, entrei e comprei em menos de 5 minutos, mas tem um grande problema e parece que é uma piada. Você escolhe o setor, mas não escolhe onde senta, isso é um tapa na cara de quem compra… lembro-me que há muitos anos atrás era possível escolher na hora da compra online o lugar, ou seja, a cadeira onde você quer sentar, agora não, é aleatório, ora você fica em um bom lugar, ora você fica em um lugar que odeia… em todo lugar que se compra ingresso online em arenas, estádio e ginásios pelo mundo podemos escolher onde sentar. Onde está a dificuldade de implantar isso no sistema???

Segurança interna: não vi problemas e não vi brigas internas nos jogos, nem discussão, mas temos um grande problema. Nos setores há diversos homens com coletes, digamos observadores, pois bem, diversas pessoas fumam maconha no estádio, sim isso está acontecendo e não é na torcida organizada e isso causa constrangimento para os demais, vejo várias pessoas incomodadas com isso, inclusive eu, o cheiro é insuportável, um teste de auto controle para todos… eles observam e não fazem nada…  não seria o caso de pedir para pararem, se retirar ou chamar a polícia?? SPFC, você não se importa com as pessoas de bem, as crianças, os idosos e pessoas como eu que tem asma gravíssima?

Segurança externa: percebi que no portão principal há um batalhão de policiais, perto de onde entra a torcida adversária sempre tem bastante, mas para as entradas dos setores azul e laranja não há policiamento, só na hora da revista para adentrar o estádio, depois não há, não há nas ruas e na saída então… é cada um por si e Deus por todos. Se o SPFC não consegue isso com a PM, poderia o SPFC colocar segurança pelo menos antes e trinta minutos depois dos jogos, porque o perigo é grande e já ouvi diversas vezes nas rádios relatos de roubos na saída do estádio. SPFC, vocês não se importam conosco?

Iluminação do estádio: o campo do nosso estádio não está com uma iluminação boa e não é de hoje que percebo e falo sobre isso, nos gols então para mim beira o absurdo. É escuro, diria que bem escuro, é notório a diferença de iluminação entre partes do campo, algo que me deixa envergonhado. Isso é possível notar até na transmissão de TV, será que com os tais refletores de LED isso vai mesmo se resolver?

Pintura das cadeiras do Morumbi: para quem não sabe o Morumbi recebeu pinturas nas cadeiras do estádio, que bom não??? Horrível, serviço de porco!!! Nas arquibancadas pintaram as cadeiras e o entorno do cimento, sim isso mesmo, a cadeira e o cimento e não é pouco, cerca de 5 a 10 centímetros, bastaria fazer um molde para na hora da pintura com jato de ar não deixar pintar em volta, sinceramente, alguém vistoriou isso??? Foi pago esse serviço??? Há alguém com entendimento de Facilities no clube?

Pedrinhas que formam a onda em volta do campo: amigos, aquilo está de uma “porquisse” tremenda, as pedrinhas brancas estão quase marrons, as vermelhas ficando pretas… não lavam ou não podem trocar aquilo???

Estamos perto de cometermos um erro terrível, a ampliação do anel inferior até a pista de atletismo. O que temos que fazer é trazer o anel intermediário até a beirada do campo, como as arenas modernas, o Morumbi ficaria ainda maior, seria de uma pressão imensa, não sabemos jogar nas arenas porque não temos uma. Não gastem dinheiro com uma obra que no futuro vai ser desmanchada, faça algo grande, do nosso tamanho, mesmo que demore alguns anos, podemos ir somente na arquibancada nesse período e se acham que falta dinheiro, acreditem, nós bancamos essa obra, há diversas formas de arrecadar o dinheiro, seja cem, duzentos milhões ou trezentos, nós pagamos, lancem a campanha e nós pagamos, mas traga o anel intermediário até a beira do campo e não o inferior. Tenho notado que essa é a vontade da maioria da torcida. Façamos algo para os próximos 50 anos e não para os próximos 15 anos. SPFC é grande, é gigante, merece algo grandioso.

Sinceramente, se eu fosse o responsável maior pelo zelo do Morumbi, sentiria vergonha, pois ele não deve amar ali como ama a sua casa, o Morumbi é nossa segunda casa, falta zelo, carinho, amor e presença no dia a dia, falta olhar atento aos detalhes e as coisas enormes. É o caso de uma passadinha na sala do presidente ou no RH se for remunerado, aliás, Leco você olha e cobra cuidados com a nossa casa? Não me parece!!!

Teria outras coisas a abordar, preciso ir mais vezes e visitar tudo, fazer também o tour e aí ver lá de dentro, de baixo, porque lá dentro da parte dos jogadores e administrativa já não vou a um bom tempo. Com a graça do bom Deus ainda irei nos próximos meses terminar toda essa viagem que tem sido triste e angustiante!

10 comentários em “Danilo Brida

  1. Agradeço aos amigos que leram, aos que comentaram, ao Paulo Pontes por permitir que eu que de cabeça quente já perdi a estribeira aqui no site com os péssimos resultados que temos tido há 10 anos, mas haja saco para aguentar tantas derrotas e falta de títulos…

    Eu gostaria de falar de coisas boas, elogios a nossa casa, abordar outros assuntos como Rodrigo Caio e a administração do Raí, mas por amar tanto o Morumbi optei por falar do estádio. Eu sei que os nossos ingressos são mais barato, mas isso não dá o direito de sermos maltratados e principalmente o estádio não ser cuidado com zelo e amor, infelizmente é isso que se comprova in loco…

    • Foi um excelente tema com a visão do verdadeiro torcedor e não a de comentaristas de sofá.
      Existem mesmo muitas coisas para melhorar no estádio. Temos que criticar sim, mas com objetivo de que o torcedor (cliente) seja melhor recebido na nossa “casa”.
      Um artigo importante como o seu não teria espaço na mídia tradicional.

    • Todas as suas obervações são procedentes. Destaco, contudo, duas que me parecem fundamentais. Ao visitar qualquer estádio (arena) da Europa – eu estive em várias delas – observamos o cuidado com a higiene, com a limpeza e com o recolhimento de lixo. No Estádio do Dragão, de propriedade do FC do Porto, por exemplo, existem lixeiras para coleta de lixo orgânico e reciclável em todos os locais de acesso público, além de sanitários limpos, cheirosos e bem cuidado. O mesmo constatei no Estádio do Barça e até mesmo em Bogotá, no El Campin. Não creio que seja um grande investimento manter as instalações em boas condições de limpeza e de higiene. Outra coisa detectada por você e que realmente incomoda, é a exalação do cheiro de maconha no Estádio e até nas adjacências. Sei que é um problema de cunho social. Mas dentro do Estádio, especialmente na área de circular sob as arquibancadas, deveria ser proibido e coibido esse uso, até porque existe uma Lei Municipal que proíbe fumar em locais fechados.

  2. Deprimente um time nao ter o zelo necessario para dar o conforto necessario
    para seus fieis torcedores.
    Bom trabalho amigo, e que nosso PP seja o portador dessas deficiencias a quem realmente manda, porque no’s apenas levamos pau, sempre, e de todos os lados.

    • O Tricolornaweb passa pelo crivo de toda a diretoria do São Paulo e pela maioria massacrante dos conselheiros. Todos ficarão sabendo, tenha certeza. Todos leem página por página e escutam todos os programas que faço na Rádio Tricolornaweb.

    • Paulo Pontes eu que agradeço o espaço, poderia ter escolhido outros temas, mas resolvi atestar aquilo que vejo em nossa casa, gostaria que fossem elogios, mas de elogio mesmo só o nosso gramado!!

      Triste com o que eu vejo em nossa casa.

  3. Amigo Danilo Brida!!!!

    Parabéns pelo artigo aqui publicado!!!!

    Todas as indagações pertinentes, e de fato precisamos (e muito) melhor a estrutura da nossa CASA!!!!!

    Forte abraço amigo, e nos encontramos nas “Opiniões de São-Paulino da vida!!!!

  4. Lamentável o Morumbi estar nessas condições, e como vc disse, o dono não eh pobre, eh rico.
    Aonde enfiam o dinheiro do SPFC? Até quando o torcedor tricolor será maltratado no seu próprio estádio?

    A “administração” Leco eh uma praga pro SPFC, aliás, desde o TRASTE do Juvenal o SPFC está sendo maltratado.

  5. Olá Danilo,
    Valeu pelo artigo bem escrito e com o trabalho de pesquisar in loco.
    Não concordo quando se fala em reformas maiores e que irão descaracterizar a arquitetura do estádio, como a comentada extensão do anel intermediário até a beira do campo, mas concordo que a situação dos banheiros no setor de arquibancadas é muito ruim.
    Estamos criando uma má experiência para nossos clientes por falta de um pequeno investimento em manutenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*