Lorenzo

Amigos, vou fazer uma pequena introdução antes do texto do Lorenzo. Assíduo comentarista do Tricolornaweb, e já tendo escrito uma coluna do Amigo do Tricolornaweb, estranhei sua ausência no site, pois há muito tempo não participa. Enviei um e-mail a ele para saber se estava bem e o convidei para escrever a coluna de hoje. Então vou publicar toda a resposta dele, que já é a própria coluna.

Paulo Pontes

 

Oi amigo Paulo, estou bem, tranquilho e sempre ouvindo suas musicas que tive o cuidado de cuida-las e preservar com muito carinho

para sempre ouvi-las pois me enchem de energia e recordações.
Sabia que alguns notariam minha ausência nos comentários do seu sempre de primeiríssima qualidade Tricolornaweb, continuo o
acessando sempre, e claro, mas não tenho mais coragem de perder tempo falando as coisas que sinto que vem de dentro da alma,
a minha, e com certeza da maioria dos meus colegas são-paulinos, independente de participar ou não do seu site.
Somos tricolores da velha guarda e por mais apaixonados que sejamos não da para compactuar com mediocridades, hipocrisias e traições.
Temos hoje um time comandado por um diretor de futebol nosso ex ídolo de tantas glorias e alegrias que não deu certo, acreditei nesse
sr Rai, foi claro um de nossos maiores ídolos,  como jogador fez ate chover, mas como diretor e manda-chuva das contratações e mesmo
*repugnante*  e o tipico dirigente de Ongs, como algum colega o qualificou, tem tudo de *valores repugnantes* para mim, assim como
se referiu ao nosso presidente recém eleito, alem de ser adepto de um ídolo assassino, o tal de Che, porem de montar um time,  nada.
Esse tipico administrador de Ong esta afundando nosso time com suas contratações ridículas tanto de jogadores de segunda linha como
de treinadores.Alias, o futebol brasileiro ta quebrado de bons jogadores,  temos so lixo por todo lado, acabaram-se  os grandes craques as grandes revelações.
Nosso time não tem um meia armador de qualidade e ainda os pseudo treinadores fazem o time jogar sem um especialista por ali,
time mal treinado, jogadores na sua maioria descompromissados com a paixão do torcedor e a tradição do clube. Fomos eliminados da
Libertadores, no paulista estamos numa draga de dar pena, fomos humilhados pelo fabuloso Red Bull, levamos um banho de zero a zero que mais pareceu uma goleada ou um velório sem choro. E pior, com tudo isso não acontece nada, absolutamente. Caminhamos para
uma desgraça maior, novamente, ai vem o brasileiro, muito mais competitivo e não é só o Cuca que vai nos livrar de vexames maiores,
precisamos de um meio de campo, nao temos bons volantes, muito menos um meia, ha muito a bola não chega pros nossos atacantes,
hoje somos um arremedo de time de futebol.  Parabéns sr *repugnante* pela sua visão estonteante de como montar um time de futebol.
Diretoria e conselho, estão no mesmo  padrão que o diretor de futebol, ai ele não e ídolo, e mesmo o que falei acima.  Não podemos
esperar nada de um rato que para agradar e fazer votos futuros leva um monte de ratazanas para fazerem um tour pago por nos, na Argentina.
O que esperar de gente que vende nosso patrimônio futuro a preços inconsequentes. O que esperar dessa “rataiada” que nos apequenaram
e nos colocaram entre os times de segunda e terceira categoria. O que esperar desses imundos que se contentam em continuarem sendo
ratos e que se dane a instituição que os faz continuarem vivos. Enfim esses ratos estão comendo a galinha.
Nem nos bons tempos da construção do Morumbi, tivemos um time e uma diretoria tao ordinários como esses que estão ai, todos, sim
todos sem exceção fazem parte dessa tremenda mediocridade.
Isso tudo e o reflexo do nosso Brasil construído apos 85, essa e a tal democracia que todos queríamos, tai,  vai ser duro melhorar alguma
coisa por melhor das intenções que tenhamos, ta tudo corrompido, aparelhado e pior com nossa aceitação, apesar de sermos impotentes.
Porem no futebol podemos mostrar nosso descontentamento, não indo ao estadio e quem e ST cancelando.
Enfim essa raca ou essa “rataiado” merece com certeza o nosso desprezo, porque só trabalham por um objetivo único, roubar.
João Lourenço Fenoglio

6 comentários em “Lorenzo

  1. Amigo Lorenzo, você descreveu PERFEITAMENTE meu sentimento em relação a nossa atual situação…

    Talvez eu mesmo não conseguisse reproduzir tão brilhantemente esse sentimento!!!!

    Confesso que acompanho o Site porem não tenho dado mais opiniões justamento por tudo isso que você brilhantemente descreveu!!!

    Parabéns pelo comentário me senti representado através de suas palavras!!!!

  2. Amigo Lorenzo confesso que senti sua falta no site, seus comentários sempre pertinentes. Até perguntei ao Paulo Pontes sobre você…

    Sua coluna é a mais impactante até hoje no “amigo do Tricolornaweb” e mostra bem o sentimento que a grande maioria da torcida sente ao clube e sua administração abutre!!! Usam o clube pra benefício próprio e se omitem nas grandes derrotas e fracassos, vide após o jogo contra o Talleres no Morumbi.

    Quanto ao Raí, sim eu já sabia das suas “convicções” políticas… mas percebi cedo que como diretor de futebol ele era apenas um Administrador de ONG quando manteve o Dorival pra 2018 e vendeu o Pratto e nos empurrou o Diego Souza como um 9!!! Ali percebi a enorme incompetência dele!

    Siga forte Lorenzo, assim como vencemos a esquerda nesse país nas eleições, o que foi apenas um pequeno passo, temos muito a fazer, vamos vencer também esses abutres que se apoderaram do SPFC. Porque ao final o justo vencerá!!!

  3. Na singeleza de suas palavras, o Sr. Lorenzo exprime o sentimento de revolta e “repugnância” que permeia toda a nação tricolor. É impossível para alguém que nasceu tricolor, de pai, mãe e avós, assistir silente essa nefasta gestão administrativa delapidar o nosso sonho, mercê de atos levianos e lesivos para a Instituição. A menos que o cara seja uma “poliana” – e tem alguns torcedores que agem como tal – o sentimento de revolta é o que mais se nota em todos comentários de blogueiros tricolores. O atual presidente se mostrou inapto para o cargo. Sua estratégia é a de se esconder atrás de ídolos nas quatro linha, mesmo que esses não sejam as pessoas certas para os cargos certos. Enquanto isso, continuo observando a enxurrada de garotos vestindo camisas de times globais. A criança costuma ser mais esperta que os adultos na escolha do time do coração. Se a nossa torcida teve um crescimento exponencial na década de 90 do século passado, o que vê no fruto das últimas gestões, é uma redução na admiração e no entusiasmo pelas nossas cores. Enfim, como 2020 teremos que “SUPORTAR” essa maldição chamada LECO, só nos resta esperar que 2019 passe depressa, sem nos levar ao caos e a depressão.

  4. Bom dia tricolores, bom dia amigo Lorenzo, comungo com tudo que aí está escrito, torço demais pelo São Paulo Futebol Clube, ver aquela camisa em campo é, para mim, algo fabuloso, inexplicável mesmo, mas na última década tem sido só sofrimento, muito mais pelos desmandos que pela falta de títulos, como bem disse estamos sofrendo com esse período pós ditadura porque democracia requer respeito, pelas leis, pelas instituições, pelo próximo e infelizmente a nossa sociedade, nós mesmos, precisamos ainda aprender a praticar democracia, e essas pessoas que aí estão no comando do querido tricolor, e na maioria dos clubes, representam o que há de pior numa sociedade onde se quer manter privilégios em detrimento de qualquer coisa sejam educação, saúde, segurança ou mesmo o amor que sentimos por um clube, essa corja que se estabeleceu no tricolor não vai abandonar facilmente o poder, um dia eu os classifique como vírus e para mim é isso que são, vírus, aqueles que se estabelecem onde são indesejados e ali permanecem até matar o hospedeiro. Abraços.

    • Esqueci-me de falar sobre o Raí, como dizia minha velha mãe do alto de sua sabedoria de nordestina semi analfabeta, meu filho, quem se mistura aos porcos acaba comendo farelo, se ele escolheu se misturar aos porcos que dividam a gamela.

  5. Olá Lorenzo,

    Bem vindo de volta. Seu texto reflete a insatisfação que todos nós são-paulinos estamos experimentando.

    Eu apoiei a escolha de Raí como Diretor de Futebol, mas passado um ano vejo que me equivoquei. O caso Jardine, efetivando um técnico que NUNCA ANTES havia treinado um time profissional, em minha opinião já justificaria uma demissão sumária daquele que continua sendo nosso ídolo como jogador, mas que provou não ser o Diretor que necessitamos.

    Um abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.