Volta à vice-liderança faz Rafael Toloi alimentar sonho de título

Após a vitória sobre o Bahia no sábado, o São Paulo viu o Inter ser derrotado pelo Corinthians, em casa, e voltou a assumir a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. A diferença para o Cruzeiro, no entanto, ainda é de sete pontos, mas a confiança ainda é grande por parte dos são-paulinos. De acordo com Rafael Toloi, antes de secar o rival mineiro, é preciso fazer a lição de casa.

“Nosso objetivo ainda é ser campeão. Sabemos da distância de pontuação do Cruzeiro, mas a equipe vem bem. Vamos fazer a nossa parte, vencer jogo a jogo e torcer por tropeços do Cruzeiro. O importante é manter a pegada. Faltam 27 pontos, nove partidas, e todas as equipes têm condições de tirar pontos do adversário. Temos que torcer por tropeços”, afirmou o zagueiro são-paulino.

Se o discurso entre os jogadores é de confiança com relação aos títulos, a diretoria tricolor evita falar da briga pela primeira posição, mas, por outro lado, já crava o São Paulo de volta a Libertadores da próxima temporada. Além da briga para se manter ao menos no G-4 do Campeonato Brasileiro, o clube do Morumbi está nas quartas de final da Copa Sul-Americana.

“Não vi nenhuma declaração (dos diretores), mas eu acho que a competição é muito difícil, e o nosso objetivo principal é ser campeão ainda. O foco precisa ser mantido, porque não tem nada definido, poucos pontos separam as equipes da gente, então não podemos vacilar. Na quarta-feira, temos um jogo difícil e esperamos a vitória”, completou Rafael Toloi.

O duelo desta quarta-feira, já projetado por Rafael Toloi, será contra a Chapecoense, às 22 horas (de Brasília), na Arena Condá. Mesmo fora de casa, a necessidade de se manter perto do líder faz com que a vitória se torne uma obrigação. O clube do Morumbi tenta voltar a ter quatro pontos a menos do que o Cruzeiro, como já aconteceu neste Campeonato Brasileiro.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*