Versátil e com moral, Hudson pode alcançar sua maior sequência

Contratado após se destacar no Campeonato Paulista deste ano, pelo Botafogo-SP, o volante Hudson pode registrar na noite da próxima quarta-feira (15) a sua maior sequência no Tricolor. Desde que o camisa 25 entrou no duelo de ida contra o Huachipato (1 x 0), no dia 30 de setembro, o polivalente atleta não saiu mais do time são-paulino.

De lá pra cá, o marcador atuou nos últimos quatro jogos do Tricolor, sendo três como titular. Dessa forma, contra os chilenos, em Talcahuano, Hudson poderá fazer seu quinto jogo consecutivo e alcançar sua maior sequência no clube. Versátil, o jogador ganhou a confiança de Muricy Ramalho para atuar na lateral direita.

No entanto, com o retorno de Paulo Miranda – cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo no duelo contra o Atlético-MG (1 x 0), no último final de semana – e sem poder contar com Maicon, que sofreu uma pancada nas costas diante dos mineiros e não foi relacionado, o treinador tem a possibilidade de escalar o camisa 25 em sua posição de origem: o setor de marcação do meio de campo.

“Encaro isso da melhor maneira possível. Caso eu seja utilizado no meio, que é a minha posição de origem, estou mais adaptado e acredito que poderei ajudar a equipe. Mas, mesmo que seja pelas beiradas, como nos últimos jogos, também me sentirei bem e farei de tudo para dar conta do recado mais uma vez. Me adaptei ao setor”, avalia o atleta, que se coloca à disposição.

“O importante é jogar e ajudar os meus companheiros. Independentemente de onde for, quero fazer o meu melhor e buscar um resultado positivo”, acrescenta. Até aqui, Hudson esteve presente em 13 jogos do Tricolor, sendo titular em cinco ocasiões. De acordo com o jogador, que aos poucos vai ganhando também a confiança da torcida, as chances com Muricy têm melhorado o seu futebol.

“Ter uma sequência facilita muito o rendimento de qualquer atleta. Acredito que consegui crescer mais nesse período, ganhei mais noção de espaço, tempo de bola, marcação e passe. E tudo isso veio com essa sequência que, com certeza, me ajudou bastante”, finaliza o marcador, que deverá ser o companheiro de Denilson no meio de campo, já que Souza estava com a Seleção Brasileira e não irá encarar o Huachipato.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*