Uruguai guarda boas histórias de Milton Cruz

Com a missão de dirigir a equipe são-paulina até a definição de um novo técnico após a saída de Muricy Ramalho, Milton Cruz segue no comando do time são-paulino. E o próximo compromisso do clube na Copa Bridgestone Libertadores da América reserva boas histórias ao ex-atacante, que atuou no Uruguai – país que receberá o embate com o Danubio-URU nesta quarta-feira (15), no Estádio Luis Franzini, pela quinta rodada do Grupo 2.

No território da Celeste, o membro da comissão técnica fez história com a camisa do Nacional-URU, ganhou novas amizades e fama. “Felizmente fiz grandes amigos, no Uruguai. Lá me chamam de Milton Samba, porque eu comemorava os gols com alguns passos mentirosos de samba (risos), e eles acreditavam. Tenho muita saudade de lá: das pessoas, da forma como me tratavam carinhosamente, da comida e dos momentos legais que vivi” revela.

“Só tenho boas recordações, porque foi importante para a minha carreira jogar o Campeonato Uruguaio. Fiz amizade com o Rodolfo Rodríguez, com o Rubén Paz e muitos outros jogadores que sempre me apoiaram. E até hoje tenho o meu trabalho reconhecido lá. Recentemente liguei para o Lugano (zagueiro), e o tio dele atendeu o telefone. Ele perguntou quem era, e eu disse: “Milton Cruz”. Ele deu risada do outro lado da linha e falou: “Ah, o Milton Samba”. E pudemos recordar algumas histórias, porque fui artilheiro no Nacional, que tinha um bom time na época”, recorda.

Agora, no comando do Tricolor, Milton quer fazer bonito no banco de reservas. Na segunda colocação da chave, com seis pontos em quatro jogos, o São Paulo precisa de um resultado positivo diante do Danubio para seguir firme na competição e na briga por uma vaga nas oitavas de final. Ciente das dificuldades do adversário, o coordenador técnico não espera vida fácil nesta quarta.

“Com certeza será um jogo difícil, porque eles têm um time aguerrido. Então, acredito que será uma partida dura, mas temos condições de conquistar os três pontos. Precisamos de um resultado positivo para chegarmos em boas condições na última rodada, contra o Corinthians. O elenco está consciente e tranquilo, porque vamos com moral para o Uruguai após a classificação para a semifinal do Campeonato Paulista”, afirma o comandante, que levará na bagagem para o Uruguai todo o aprendizado que absorveu do país vizinho.

“Além dos amigos, que levarei para a vida toda, aprendi os costumes do país e procurei aproveitar cada momento da minha passagem por lá. Sempre convivi da melhor maneira possível com todos e, por isso, será especial retornar agora como treinador do São Paulo. Sem dúvida, o Uruguai está marcado na minha vida. E que a gente consiga um resultado positivo para celebrar este momento”, finalizou ‘Milton Samba’.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*