Tricolor faz “confronto direto” com a Ponte para ficar próximo da salvação

Aliviado com a vitória sobre o Fluminense e com a quebra de um jejum de cinco jogos sem vitórias no Campeonato Brasileiro, o São Paulo busca se tranquilizar ainda mais na competição. Para isso, precisa derrotar a Ponte Preta, a partir das 17 horas (de Brasília) deste sábado, no Morumbi, pela 32ª rodada do torneio nacional.

No 12º lugar, com 39 pontos, o Tricolor está mais confiante para o “confronto direto” e quer vencer para abrir uma distância maior dos últimos quatro colocados. No clube do Morumbi, a conta para a salvação é terminar o campeonato ao menos com 45 pontos, restando mais dois triunfos para alcançar a meta.

“É um confronto direto contra uma equipe que está seis pontos na nossa frente, que é a Ponte. Temos de vencer para nos aproximarmos deles e se distanciar da zona de rebaixamento. Ganhamos mais confiança depois da vitória, estamos mais motivados e tenho certeza que daqui para frente o time vai conseguir os resultados”, analisou Rodrigo Caio.

O companheiro do zagueiro, inclusive, é o único mistério do Tricolor em termos de escalação. Com Maicon e Lugano suspensos pelo acúmulo de três cartões amarelos, Lyanco e Douglas brigam pela vaga, que não teve indícios do dono porque o técnico Ricardo Gomes fechou os treinos táticos da semana.

O argentino Buffarini, que também cumprirá suspensão automática, e os lesionados Hudson, Bruno e Carlinhos são desfalques certos. Com isso, o volante Wesley deve atuar improvisado na lateral direita, enquanto João Schmidt segue como primeiro volante. Já Robson ganha mais uma chance no setor esquerdo do ataque tricolor.

O atacante William Pottker é a maior esperança de gols da Ponte Preta (Foto: Ponte Press/Fábio Leoni)
O atacante William Pottker é a maior esperança de gols da Ponte Preta (Foto: Ponte Press/Fábio Leoni)

Na Ponte Preta, que vem de dois triunfos seguidos, o objetivo é seguir vencendo para continuar na briga por uma vaga na próxima Copa Libertadores da América. A sete rodadas para o fim do torneio, o time campineiro aparece na décima posição, com 45 pontos, apenas três a menos que o Atlético-PR, primeira equipe dentro do G6.

A sequência do time campineiro, contudo, é dura: além do São Paulo, irá encarar o Sport, fora de casa. “São talvez os dois jogos mais importantes dessa reta final, porque depois faremos três jogos em casa nas últimas cinco (rodadas). Estamos confiantes e embalados para buscar esses resultados fora. Todos aqui estão focados em buscar algo maior agora”, avaliou o meia Maycon. 

Para o embate paulista, a Ponte Preta não terá nenhum desfalque. Pelo contrário, já que o técnico Eduardo Baptista conta com o retorno do zagueiro Fábio Ferreira, livre de suspensão. 

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X PONTE PRETA

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 22 de outubro de 2016, sábado
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva e Cléberson do Nascimento Leite (ambos de PE)

SÃO PAULO: Denis; Wesley, Lyanco (Douglas), Rodrigo Caio e Eugenio Mena; João Schmidt, Thiago Mendes, Kelvin, Christian Cueva e Robson; Andres Chavez
Técnico: Ricardo Gomes

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor, Maycon e Wendel; Rhayner, Clayson e Roger
Técnico: Eduardo Baptista

Fonte: Gazeta  Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*