Torcida volta a gritar “quarta-feira”, e jogadores admitem ansiedade

O São Paulo tinha acabado de golear o Audax por 4 a 0 no Morumbi neste sábado (21), em partida válida pelo Campeonato Paulista. Minutos depois do apito final, porém, não era esse o assunto recorrente nas entrevistas dos jogadores da equipe tricolor. Enquanto a torcida gritava “quarta-feira”, alguns dos principais nomes do elenco comandado por Muricy Ramalho admitiram ansiedade para enfrentar o Danubio na próxima rodada da Copa Libertadores.

“Acho que chegamos a um ponto em que não tem mais como aumentar a pressão. Temos de vencer o Danubio na quarta-feira e temos consciência disso. Contamos com o apoio do torcedor para isso, mas sabemos do tamanho da responsabilidade”, disse o goleiro Rogério Ceni à rádio “CBN”.

No fim de semana passado, a torcida do São Paulo também gritou “quarta-feira” após o time tricolor ter goleado o Bragantino por 5 a 0 pelo Campeonato Paulista. O cântico era um aviso sobre a importância da partida contra o Corinthians, em Itaquera, na primeira rodada da fase de grupos da Libertadores. Os donos da casa venceram por 2 a 0.

“Perdemos um clássico na Libertadores, e isso traz um desânimo grande. Mas já esquecemos, já é passado, e já jogamos depois disso. Conseguimos nos recuperar. A vitória de hoje [sábado] traz confiança, e nós queremos que quarta chegue logo para deixar isso para trás de vez. Todo mundo está ansioso”, admitiu o centroavante Luis Fabiano, que participou de três gols do São Paulo neste sábado.

Contra o Audax, dois dos gols do São Paulo foram anotados por Alexandre Pato, que não pôde encarar o Corinthians por questões contratuais. Os outros foram de Michel Bastos, que voltou ao meio-campo – ele havia sido usado como lateral na Libertadores.

“Sabemos da importância que o próximo jogo da Libertadores tem. O torcedor vai nos cobrar, mas nós também nos cobramos bastante. A pressão vai existir sempre, mas nós esperamos que essa cobrança seja uma cobrança de apoio. Depois da perda do clássico, precisamos disso”, afirmou Pato.

 

Fonte: Uol

Um comentário em “Torcida volta a gritar “quarta-feira”, e jogadores admitem ansiedade

  1. GAnhar e bem desses timecos é uma coisa, quero ver nos jogos da libertadores, o primeiro jogo ja provou que é um time de frouxo com um treineiro medroso, turrao e burro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*