Tática fabulosa? Sempre impedido, LF9 atrai marcação em gols do Tricolor

A cena é antiga e não sai de moda: o São Paulo parte para o ataque, mas vê sua jogada morrer em mais um impedimento de Luis Fabiano. Nas duas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro de 2014 foram nada menos que nove infrações desse tipo marcadas contra o Fabuloso, mais que o dobro do segundo colocado, Everton Santos (Figueirense), pego quatro vezes em posição irregular. O número impressiona e desde já candidata o atacante e o Tricolor a ficarem mais uma vez entre os líderes de impedimentos individualmente e por equipe.

Em 2012 o São Paulo foi quarto e em 2013, o primeiro colocado no quesito impedimentos. E Luis Fabiano foi o grande responsável. Em 2012, ele ficou 33 vezes impedido em 21 jogos, terceiro no geral e praticamente empatado com Souza (Bahia) com a pior média entre os jogadores com pelo menos 20 impedimentos (Souza teve média de 1,58 por jogo e Luís Fabiano, 1,57). Em 2013, o Fabuloso foi sétimo no geral, com 21 impedimentos em 24 jogos, e o terceiro na média (0,88), considerando-se apenas jogadores com pelo menos 20 impedimentos.

Mas se por um lado a análise das estatísticas depõe contra, por outro, o time pode estar começando a tirar proveito dessa característica do jogador. Em três dos quatro gols marcados pelo São Paulo até aqui, Luis Fabiano também estava adiantado, porém, sem atrapalhar o sucesso da jogada. Pelo contrário, sua participação parece ter ajudado os companheiros, atraindo a atenção dos marcadores, induzindo a defesa a parar ou até mesmo a segui-lo, alargando o campo de atuação dos companheiros que vêm de trás a fim de surpreender a defesa.

Jogada treinada por Muricy ou mero acaso? O fato é que na vitória por 3 a 0 sobre o Botafogo, foram dois lances típicos. No segundo gol do jogo, Luis Fabiano está além da linha de zaga e vê Alexandre Pato dar a bola para Douglas, que domina como opção de finalizar ou dar a bola para o próprio Luis Fabiano, a essa altura já em condição legal. No terceiro gol, quase um “replay”: Bolívar fica parado, esperando o impedimento do atacante são-paulino, mas a bola é dada para Ganso, que, na sequência, passa para o gol do Fabuloso(assista aos lances acima).

Contra o Cruzeiro, na segunda rodada, a bola alçada não resultaria em gol, caso tivesse Luís Fabiano como alvo. O jogador novamente estava impedido, mas é Antônio Carlos quem recebe e cabeceia para a rede. Com um detalhe: quando arranca para ficar em condição irregular, Luis Fabiano “leva” consigo um defensor que ajuda a dar condição de jogo a Antônio Carlos.

Veja a lista dos que mais ficaram em impedimento nas duas primeiras rodadas:

Tabela de impedimentos (Foto: Editoria de Arte)

 

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Tática fabulosa? Sempre impedido, LF9 atrai marcação em gols do Tricolor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*