Só a vitória interessa em BH: “Não pode ser diferente”

Em busca da inédita trinca na temporada, o Tricolor visitará o América-MG na próxima segunda-feira (31), em Belo Horizonte, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2016. O São Paulo precisa de um resultado positivo diante dos mineiros para confirmar a sua ascensão no torneio e assim garantir mais tranquilidade nesta reta final de temporada. Por isso, o técnico Ricardo Gomes não abre mão dos três pontos na Arena Independência.

“Temos que terminar o campeonato na melhor colocação possível. Contra o América-MG, precisamos buscar a terceira vitória seguida. Não pode ser diferente. Vamos pensando jogo a jogo. Buscar a melhor colocação possível é a nossa meta. Mas isso não depende só dos nossos jogos, têm os outros resultados. Hoje, a ideia é diferente do que tínhamos há duas semanas”, avaliou.

Pela frente, apesar da situação adversa na tabela, o time são-paulino terá um adversário que vem embalado em casa após o triunfo sobre o Atlético-PR (1 x 0) na última segunda-feira (24). As seis vitórias do América-MG, no torneio, foram conquistadas como mandante. Com 42 pontos, o São Paulo ocupa agora a 11ª colocação e terá pela frente um adversário que está no 19º lugar, com 24 pontos em 32 jogos.

Com a meta de se distanciar das últimas colocações, o Tricolor ainda tem a possibilidade de brigar pela parte de cima da tabela de acordo com a sequência do torneio. “Vamos ver. Participei disso em 2010. Chegamos na semifinal da Libertadores, priorizamos e perdemos 10 a 12 pontos no Brasileiro. Acabamos perdendo o norte. Agora estamos recuperando. Tardiamente ou não, vamos ver. É pensar jogo a jogo. Agora temos de pensar na melhor colocação possível”, afirmou o treinador.

Durante a coletiva de imprensa desta sexta-feira (28), Ricardo Gomes também falou sobre o jovem David Neres, que tem se destacado neste início de trajetória no profissional. “Quando você descobre um talento aos 12 ou 13 anos e consegue colocá-lo no profissional, o mérito é todo do clube. Não coloquei antes porque ele vinha de uma cirurgia no ombro. Ficou três jogos no banco para entender o ambiente e depois dei essa chance. Fui ao Morumbi no jogo contra o Criciúma na quarta e vi outros de bom potencial”, finalizou.

 

Fonte: Site Oficial

Um comentário em “Só a vitória interessa em BH: “Não pode ser diferente”

  1. Já saímos -z4. Agora é FORA LECO!
    Quer der guarida a MANSSUR, o homem que despejou NFs de prestações de serviços não prestadas; Athayde, o incompetente, e com transações nebulosas no nosso futebol e tendo aqueles bandos de abutres do Grupo Participação, o mesmo que vem chefiando o SPFC desde o tempo do JJ, NÃO DÁ! .
    VAMOS MUDAR COM O VOTO DIRETO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*