Silvinho revela dificuldades na carreira e ressalta apoio de Ceni na estreia

O atacante Silvinho, ex-Penapolense, tem 22 anos, mas conta com uma grande bagagem e traz bastantes experiências na carreira. Contratado por empréstimo de um ano, o jogador revelou os percalços que encontrou até chegar ao São Paulo.

– Passei pelo Comercial, de Ribeirão Preto, joguei a Série A-2 do Paulista e tive a oportunidade de subir com o time depois de 25 anos. Foi uma festa muito bonita. Depois, fui jogar na Áustria. Lá, eu passei dificuldades porque não pude levar minha esposa e minha filha. Pude voltar para o Penapolense, já conhecia o Edson Só (treinador) e fui muito feliz – afirmou o atleta, durante entrevista coletiva.

Silvinho estreou com a camisa do São Paulo na partida de volta contra o Atlético-MG, pelas oitavas de final da Copa Libertadores. O jogador entrou no intervalo, teve uma oportunidade para marcar, mas não conseguiu evitar a eliminação Tricolor do torneio continental. O camisa 22 ressalta que a estreia não foi a imaginada e ainda revelou o apoio que recebeu do goleiro e capitão são-paulino Rogério Ceni.

– Foi tudo muito rápido, eu vinha conversando com o Rogério Ceni já, que me deu bastante confiança. Quando o Ney me chamou, o Rogério Ceni disse para eu entrar tranquilo em campo. Sempre almejei jogar em um clube como o São Paulo, desse porte. Infelizmente, a vitória não veio mas para a estreia eu estava bem tranquilo – disse.

Agora, o atacante quer brigar por uma posição no setor ofensivo do Tricolor, que já conta com Luis Fabiano, Osvaldo, Aloísio, Ademilson e Negueba. Este último se recupera de uma lesão no ligamento do joelho direito. Visando aos jogos, quer impressionar nos treinamentos para ganhar oportunidades com o técnico Ney Franco.

– Estou muito feliz, a ficha já caiu e é trabalhar para começar bem o Brasileiro – completou.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*