Em 05 de agosto de 1967...

o São Paulo goleava o Comercial de Ribeirão Preto por 5 a 0, em jogo válido pelo Campeonato Paulista, disputado no Morumbi. Foi a partida de número Adilson, Nenê (2), Paraná e Lourival. O São Paulo formou com: Picasso; Renato, Jurandir, Dias e Edilson; Lourival e Nenê; Almir, Adilson, Babá e Paraná. O técnico era Silvio Pirillo.

3 comentários em “A história marca

  1. Deste time só Jurandir e Dias eram acima da média, os demais eram jogadores comuns. Havia Benê e Zé Roberto, ambos com boa técnica, mas que não tiveram bom rendimento devido a contusões ou outros motivos. Nesse ano de 1967, o time vinha em boa fase, mas perdeu o título, num gol (acidental) de canela do Benê do Corinthians aos 44 do 2º tempo. Há quem diga que o título foi perdido num jogo antes, derrota ante a fatídica Ferroviária de Araraquara.

      • É verdade, Paulo. Agora me lembrei, o Babá que veio do Guarani, fez um bonito gol pela seleção brasileira em um amistoso no Maracanã no final de 1968, o técnico era o Aimoré. Mas voltando àquela desditosa partida contra o Corinthians, a perda do título se deveu a uma fatalidade, pois o gol de empate saiu quando o SPFC estava na prática jogando com 10; o Jurandir se contundiu e ficou fora de combate, naquele tempo não eram permitidas as substituições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*