São Paulo sofre com indisciplina para repetir time no Brasileiro

Com 79 cartões, sendo 78 amarelos e um vermelho, o São Paulo é o segundo clube mais indisciplinado do Campeonato Brasileiro, atrás somente do Vitória. Tantas advertências têm atrapalhado no entrosamento da equipe, que ainda não repetiu a escalação entre um jogo e outro no torneio.

Em um total de 26 rodadas disputadas, o time tricolor acumula 23 suspensões, das quais dez ocorreram apenas nos últimos sete jogos, o que explica em parte o motivo pelo qual o técnico Diego Aguirre não consegue dar sequência a uma formação.

Capitão da equipe, Hudson é o jogador que mais vezes foi advertido pela arbitragem no Brasileirão, com oito cartões amarelos. Lucas Fernandes, Anderson Martins e Araruna foram expulsos com dois amarelos no mesmo jogo. E Diego Souza foi o único a levar o vermelho de forma direta.

No último sábado, sem os suspensos Joao Rojas e Bruno Alves, o São Paulo não passou de um empate por 1 a 1 com o América-MG, em pleno Morumbi. O resultado manteve a equipe na liderança do Brasileiro, mas só com um ponto de vantagem sobre o segundo colocado, o Palmeiras (51 a 50).

Para o embate do próximo domingo, contra o Botafogo, no Rio de Janeiro, Aguirre não terá o zagueiro Arboleda à sua disposição, em decorrência do acúmulo de três cartões amarelos. Dessa forma, Bruno Alves deve retornar ao miolo de zaga ao lado de Anderson Martins.

Já Everton, que ainda se recupera de uma fibrose na coxa esquerda, é dúvida. Araruna, em tratamento de uma contratura na coxa direita, está praticamente descartado. A boa notícia fica por conta do retorno de Bruno Peres, livre de um estiramento no adutor direito.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

3 comentários em “São Paulo sofre com indisciplina para repetir time no Brasileiro

  1. Sou a favor de uma boa multa em caso de cartões bobos ou por reclamação.
    Muitas vezes vejo o jogador implorar por um cartão com tanta reclamação verbal e gestual sendo que na maioria das vezes o atleta reclamando é o errado na estória.
    Falando em Everton, que cagada do departamento médico no retorno dele que não durou um tempo de jogo.
    Prefiro que não jogue contra o Botafogo do que perdê-lo por contusão em mais jogos .

  2. Acredito que isto poderia ser mudado com um trabalho de focar em tomar a bola sem fazer faltas. Diminuiria muito o problema de suspensões por cartões e aumentaria a eficácia dos contra-ataques, que sairiam em maior número. Só que, pra isto, há que haver uma preparação física e psicológica dos jogadores e uma determinação constante do treinador. Vemos muitos times eficientíssimos defensivamente que fazem poucas faltas no jogo. Mas é preciso foco no assunto!!!

  3. Indisciplina da arbitragem. Só lembrando aqui por cima: expulsao do Diego Souza contra o Fluminense, 3o cartao amarelo pro Regis (com o Bruno Peres machucado) em lance que nem falta foi, expulsao contra o Flamengo (nao lembro agora o jogador). Teve muito muito mais.

    Eu sinto uma vontade enorme da arbitragem em dar cartao para jogadores do São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*