São Paulo pretende cobrir fosso do Morumbi e ter 3,5 mil lugares a mais

O Morumbi poderá ganhar entre 2,6 e 3,5 mil lugares nos próximos meses. O São Paulo tem aprovado um projeto para estender o anel inferior até o nível do gramado, e assim cobrir o fosso que separa a torcida. Depois que um guarda-corpo cedeu e cerca de 20 pessoas caíram na comemoração do gol de Michel Bastos, o da vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-MG, nas quartas de final da Libertadores, o clube passou a analisar o que poderia fazer no local.

No momento, o setor está todo liberado graças à implantação de corrimões – que se estendem pelo estádio inteiro – e escadas de acesso ao campo, além de uma rampa para o setor de deficientes. Mas a diretoria chegou à conclusão que o fosso, hoje, não tem serventia alguma.

– Isso é uma coisa minha com a área técnica. Essa cobertura do fosso servirá para fazermos banheiros em vários pontos, fixos, não mais aqueles químicos que precisamos colocar nos shows. Podemos fazer isso facilmente, sem nenhum problema. Desceríamos na mesma angulação do declive que já existe, temos tudo estudado. Ainda teríamos mais altura em relação ao campo – explicou o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva.

O São Paulo está pronto para pedir orçamentos da obra, mas Leco acredita que por um valor barato consegue acrescentar quatro ou cinco fileiras a mais no anel inferior, daí o acréscimo variável de 2,6 ou 3,5 mil lugares.

 

Fonte: Globo Esporte

3 comentários em “São Paulo pretende cobrir fosso do Morumbi e ter 3,5 mil lugares a mais

  1. Ridiculos, mais 3500 lugares, grande M., montem time decentes para brigarmos como gigantes que somos, e parem de fazer puxadinho no sacrossanto e ponham suas mentes limitadas para funcionar bando de dirigentes incompetentes

  2. pronto, é só perder uma partida importante ou ser eliminado de alguma competição, q os velhinhos do Morumbi começa com sua velha tática manjada de soltar esse tipo de noticia na mídia.

    só pra enganar a torcida rsrs… tá bom, vamos fazer de conta q acreditamos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.