São Paulo pode ter mudanças nos três setores para enfrentar o Moto Club

Derrotado pelo Grêmio Osasco Audax em sua estreia no Campeonato Paulista, o São Paulo deve ter mudanças para o confronto com o Moto Club, nesta quinta-feira, no Maranhão, pela primeira fase da Copa do Brasil. Após diagnosticar algumas falhas em sua equipe, o técnico Rogério Ceni pode promover alterações nos três setores do time do Morumbi.

Após falhar no primeiro dos quatro gols do Audax, Douglas pode dar lugar a Rodrigo Caio, que atuou como volante. A mudança seria motivada mais pelos erros do primeiro no jogo de domingo do que pela atuação do segundo, considerado titular absoluto na equipe de Ceni.

Caso o camisa 3 seja recuado para a defesa, o meio-campo teria uma vaga a ser preenchida. João Schmidt e Araruna seriam os candidatos a fazer dupla de volantes com Thiago Mendes. Versátil, Cícero também pode atuar nesse setor, mas sai atrás por não ter condições físicas de atuar durante os 90 minutos.

Wesley, com trauma no joelho direito, e Wellington, prestes a reforçar o Sport em uma negociação envolvendo o retorno antecipado do atacante Rogério ao São Paulo, sequer foram relacionados para o confronto com o Moto Club.

Se na defesa e no meio-campo as mudanças podem acontecer por ordem tática e técnica, o ataque será obrigado a ser modificado por questões médicas. Com a lesão na coxa esquerda de Wellington Nem, que virou desfalque de três a quatro semanas, Neilton virou o favorito a fazer a função de ponta direita. Cícero também seria uma opção, mas deve começar no banco pela questão física.

O mistério da escalação para o jogo marcado para as 21h30 (de Brasília) desta quinta-feira só cresceu após Rogério Ceni fechar o treino tático da última terça. Mesmo assim, a tendência é que o São Paulo vá a campo com Sidão; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Buffarini; Thiago Mendes, João Schmidt e Cueva; Neilton, Luiz Araújo e Andres Chavez.

Enquanto absorve a derrota para o Audax, o zagueiro Maicon garante que a motivação seguirá a mesma no grupo de jogadores. “A derrota no São Paulo é sempre pesada. Um clube que está acostumado a ganhar, e quando perde é a pior coisa possível. Não é esse nosso espírito, a animação vai continuar a mesma, foi só um jogo. E bola pra frente, temos de levantar a cabeça porque tem muita coisa ainda”, afirmou o capitão tricolor.

Fonte: Gazeta Esportiva

5 comentários em “São Paulo pode ter mudanças nos três setores para enfrentar o Moto Club

  1. “SÃO PAULO DEVE ANUNCIAR CONTRATAÇÃO DE PRATTO ATÉ SÁBADO”

    Vamos esperar, mas ahco que vao gastar muito. Se vier, otimo, espero fechar o jucilei tbm, precisamos de um zagueiro.

  2. João Schmidt deveria estar separado do grupo, quer sair, bom para ele. O grupo já não é lá essas coisas, ainda com gente desmotivada, fica pior. No jogo contra o Audax ficou claro que não está mais afim de nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*