São Paulo joga mal, perde da Chape e vai para a pré-Libertadores

O São Paulo não conseguiu terminar a temporada com a classificação direta à fase de grupos da Copa Libertadores. Visitando a Chapecoense neste domingo, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, o Tricolor mais uma vez teve uma atuação apagada e acabou sendo derrotado por 1 a 0 graças ao gol irregular de Leandro Pereira.

Precisando de uma vitória e ainda contar com um tropeço do Grêmio contra o Corinthians, em Porto Alegre, o São Paulo sequer fez sua parte. O Tricolor gaúcho, por sua vez, fez o dever de casa e venceu o Timão no Rio Grande do Sul, evitando assim a fase preliminar da Libertadores.

Se o São Paulo não conseguiu terminar a temporada de forma positiva, a Chapecoense ao menos se livrou daquele que seria seu primeiro rebaixamento depois que passou a disputar a Série A do Campeonato Brasileiro. Com a vitória  na Arena Condá, o time sequer precisou contar com os resultados do América-MG contra o Fluminense e Sport contra o Santos, em Recife.

O jogo – A Chapecoense começou o jogo a todo vapor e logo aos quatro minutos reclamou de um pênalti não marcado pelo árbitro Wilton Pereira Sampaio. Wellington Paulista ficou bom a bola após cruzamento de Eduardo, foi tocado por Arboleda e caiu dentro da área. O juiz, no entanto, não se deixou levar pelas contestações dos donos da casa. Pouco depois, aos oito, Leandro Pereira recebeu na entrada da área e bateu firme, mandando à direita do goleiro Jean.

O São Paulo só foi assustar a Chapecoense aos 19 minutos, depois de boa trama do ataque. Helinho encontrou Everton na esquerda, que tocou de primeira para Nenê. O camisa 10 dominou e bateu cruzado, mas não pegou muito forte na bola, facilitando o trabalho do goleiro Jandrei. Já aos 24 minutos, Nenê teve outra grande oportunidade. Diego Souza ajeito a bola de cabeça na medida para ele chegar batendo, porém, novamente não finalizou certeiro, mandando a bola para a linha lateral.

Diante da ineficiência do São Paulo, a Chapecoense tratou de retomar o controle do jogo na reta final do primeiro tempo e por muito pouco não foi para o intervalo com a vantagem no placar. Aos 39 minutos, Canteros fez fila pela direita, com direito a drible da vaca dentro da área, mas ao cruzar rasteiro teve o passe interceptado pelo goleiro Jean. Na sequência, depois da cobrança do escanteio, Lendro Pereira escorou para Wellington Paulista, que, também de cabeça, carimbou a trave.

No segundo tempo, o São Paulo até começou melhor e tentou abrir o placar nos primeiros minutos, contudo, a predominância dos visitantes não durou muito tempo. Aos poucos, a Chapecoense equilibrou o jogo e, mais eficiente que os adversários, acabou indo às redes. Aos 22, Canteros, que recebeu a bola em posição irregular, fez ótimo cruzamento pela direita, encontrando Leandro Pereira no meio da área. O atacante cabeceou firme, sem chances para o goleiro Jean, e correu para o abraço.

Depois do gol, a Chapecoense adotou uma postura mais cautelosa, mas não teve dificuldades para controlar o nem um pouco agressivo São Paulo. Bastou aos donos da casa apenas administrarem a vantagem nos minutos finais para se garantirem por mais uma temporada na elite do futebol nacional.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 1 X 0 SÃO PAULO

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 2 de dezembro de 2018, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa – GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa – GO)

Gols: Leandro Pereira, aos 22 minutos do 2ºT (Chapecoense)
Cartões amarelos: Jean e Arboleda (São Paulo)

CHAPECOENSE: Jandrei; Eduardo, Douglas, Fabrício Bruno e Bruno Pacheco; Canteros (Elicarlos), Amaral, Márcio Araújo e Diego Torres (Bruno Silva); Wellington Paulista e Leandro Pereira (Osman)
Técnico: Claudinei Oliveira

SÃO PAULO: Jean; Araruna, Arboleda, Bruno Alves e Edimar (Shaylon); Hudson, Liziero e Nenê (Igor Gomes); Helinho, Diego Souza (Brenner) e Everton
Técnico: André Jardine

4 comentários em “São Paulo joga mal, perde da Chape e vai para a pré-Libertadores

  1. O SPFC que eu torço há mais de 50 anos não é esse clube que vejo atualmente, sempre foi um clube à frente dos concorrentes, organizado, estratégico, não essa desorganização que existe hoje, tem conselho que não aconselha, diretoria que não dirige, técnico que não é coach. Um amontoado de indivíduos egocêntricos e cegos, que não tem vergonha na cara, esse atual clube não é o MEU SÃO PAULO. Pronto, falei!!!

  2. Alguma atitude tem que ser tomada sobre esse elenco! Esses jogadores que entraram em campo hj não são dignos de vestir a camisa do São Paulo! Se essa diretoria não se coçar vamos passar não 10 mas 20 ou 30 anos na fila sem títulos! Isso é um absurdo para um clube da grandeza do São Paulo! Fora diretoria e leva esses pé de ratos junto. ;(

  3. O time com esse treineiro parece um catado de final de semana! Um bando de cara dando bicão para frente! Não tem esquema, não tem organização enfim ridículo! Nosso 2019 será uma beleza. Parabéns ao Leco e ao Raí por essa merda!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*