São Paulo ganha espiões para enfrentar o Coritiba

O São Paulo ganhou dois aliados de última hora para vencer o Coritiba. Éder Paixão, que era auxiliar técnico de Marcelo Oliveira no Coxa, chega com Ney Franco ao Tricolor para exercer a mesma função. Diante do Palmeiras, na final da Copa do Brasil, na última quinta-feira, ele ainda estava na antiga função.

Ney Franco vai ao Morumbi acompanhar a partida, mas ainda não para trabalhar. Eder ajudará Milton, que faz sua despedida como interino e volta a exercer a função de coordenador. Ele dará dicas de como vencer o Alviverde, onde estava desde 2009.

Entre outros clubes, Éder trabalhou com Ney Franco também no Botafogo e Atlético-PR. Quando o treinador foi convidado para a Seleção Brasileira sub-20, deixou o auxiliar e foi sozinho para a CBF, em 2009.

Alexandre Lopes, ex-preparador físico do Coxa, também chega para a comissão técnica do Sampa. Ainda não está definido se Zé Mário Campeiz, preparador físico que chegou com Adilson Batista ao São Paulo e permaneceu com Emerson Leão, e Sérgio Rocha, funcionário antigo do clube, vão continuar. A tendência é que um saia.

– É absolutamente natural. O Éder era gerente de departamento de captação, um profissional competente e são coisas que acontecem no futebol. O Alexandre e o Éder são bons profissionais e vão ter sucesso. São competentes, éticos e faziam parte da equipe do Ney Franco anteriormente – explicou Felipe Ximenes, superintentente de futebol do Coritiba, ao LANCENET!.

Fonte: Lance
!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*