São Paulo enviará defesa do Morumbi à Conmebol na quarta-feira

A diretoria do São Paulo confirma que já foi notificada pela Conmebol do processo que pode punir o clube por conta dos incidentes na final da Copa Sul-Americana do ano passado, e diz que enviará a defesa na quarta-feira. A data é o prazo limite definido pela Conmebol para que tanto o São Paulo como o Tigre (ARG) apresentem argumentos de defesa. O clube paulista pode perder o direito de mandar jogos da Libertadores de 2013 no Morumbi, além de receber multa.

Quarta-feira, prazo limite para que o São Paulo apresente a defesa à Conmebol, é também a data do jogo contra o Bolívar, no Morumbi, pela primeira fase da Libertadores. A diretoria diz que não há nenhuma chance de que o próximo jogo seja adiado às pressas na quarta-feira, para que aconteça em novo estádio, em outra data. Para a partida, mais de 30 mil ingressos já foram vendidos.

O julgamento do Comitê Disciplinar da Conmebol ainda não tem data para acontecer. A entidade responsável pelo futebol na América do Sul reforça que independentemente do resultado do julgamento, não existe chance do São Paulo perder o título da Sul-Americana, uma vez que o clube foi declarado campeão dentro de campo, sem apuração dos fatos que aconteceram no Morumbi pela própria Conmebol.

Na decisão, no dia 12 de dezembro do ano passado, o São Paulo vencia a partida por 2 a 0 quando, ao fim do primeiro tempo, jogadores das duas equipes iniciaram confusão que se estendeu para os vestiários. Depois disso, o Tigre argumenta que foi agredido por seguranças do São Paulo e membros da Polícia Militar, e se recusou a voltar ao campo para disputar o segundo tempo. Segundo o São Paulo, os argentinos tentaram invadir o vestiário do mandante após o incidente dentro de campo. Assim que o Tigre afirmou à Conmebol que não disputaria o segundo tempo, o São Paulo foi declarado campeão, e ergueu o troféu.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*