São Paulo contrata advogado alemão e presta auxílio a Breno

A diretoria do São Paulo tenta apressar a libertação do zagueiro Breno, que está preso na Alemanha por ter ateado fogo em sua própria casa, em setembro de 2011, quando ainda era jogador do Bayern de Munique. O clube tricolor está inclusive prestando assessoria jurídica ao atleta, que recontratou na última quinta-feira: um advogado local foi destacado pelo clube do Morumbi para ajudar na defesa do defensor, de 23 anos.

No entanto, de acordo com o diretor jurídico do São Paulo, Kalil Rocha Abdalla, não é possível saber quando Breno deixará a prisão. Seja como for, ele garante que o jogador terá todo o respaldo, inclusive financeiro. O dirigente tricolor afirma que o clube não está preocupado em perder dinheiro com uma eventual demora no retorno do defensor.

– O São Paulo tem, por tradição, ajudar seus jogadores e ex-jogadores. Estamos organizando um jogo para ajudar o (ex-meia) Pedro Rocha, como foi feito com (ex-volante) Chicão, e outros. Uma vez por ano reunimos esses ex-jogadores e prestamos assistência. Com o Breno não é diferente. Vamos aguardar o julgamento do recurso e esperar que ele venha o quanto antes – explicou.

O contrato acertado prevê um salário menor ao zagueiro. Apenas para que sua família se mantenha enquanto ele cumpre pena. Depois, explica Kalil Abdalla, o vínculo será renovado e o salário, reajustado. Em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM concedida em setembro, um ano após a prisão do marido, a mulher de Breno, Renata Borges, falou sobre o caso e contou como tem vivido.

O recurso impetrado pelos advogados de Breno será julgado ainda no primeiro trimestre de 2013.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*