São Paulo conta com “insignificância” do Tigre para evitar punição

O São Paulo não leva em consideração a possibilidade de perder o Morumbi na Copa Libertadores. Segundo o vice-presidente defutebol João Paulo de Jesus Lopes, a falta de expressão do Tigre, da Argentina, faz com que a Conmebol não dê importância à confusão ocorrida na final da Copa Sul-americana.

“Como não demos causa para qualquer tipo de punição e temos prestígio, bem diferente da insignificância do nosso contendor neste caso, tenho certeza de que não acontecerá nada com o São Paulo”, disse o dirigente.

Na decisão de 12 de dezembro, jogadores  do Tigre entraram em conflito com seguranças do São Paulo no vestiário do Morumbi, no intervalo do jogo. O time visitante alegou falta de segurança para não retornar ao gramado e disputar o segundo tempo.

“Todo mundo sabe que o clube argentino, o Tigre, procurou desde o primeiro minuto de jogo criar uma confusão para não ter uma saída tão humilhante quanto seria a derrota que eles sofreriam se tivessem jogado o tempo inteiro”, comentou Jesus Lopes.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Sem temer veto ao Morumbi, João Paulo de Jesus Lopes citou o prestígio do São Paulo e menosprezou o Tigre

A polêmica, no entanto, repercutiu negativamente em outros países sul-americanos e até na Europa. O Bolívar chegou a avisar que pediria o veto do Morumbi na pré-Libertadores. “Não há a mínima chance de isso acontecer. Temos um dos melhores estádios do País, um dos mais seguros. Não demos causa para a interdição em nenhum momento”, repetiu o vice-presidente de futebol.

 

Mais confusão pela frente?
Marco Aurélio Cunha, vereador e conselheiro do São Paulo, fala com bom humor sobre a polêmica da final da Copa Sul-americana. Presente no Jogo das Estrelas promovido por Zico no Morumbi, na quinta-feira, ele admitiu até a possibilidade de os incidentes da partida contra o Tigre se repetirem.

“No futebol, tudo pode acontecer. Mas é pouco provável que dê confusão no jogo do Zico, que é festivo. Se for Libertadores, é bom a gente se cobrir”, declarou Cunha, às gargalhadas.

Um comentário em “São Paulo conta com “insignificância” do Tigre para evitar punição

  1. João Paulo de Jesus Lopes, vc deveria tirar o Jesus do seu nome, pq ele Jesus sempre teve humildade e vc é completamente o oposto.
    Acho bom vc parar com éssa soberba e contratar bons advogados, para que o Bolivar não se torne um To Lima na vida do São Paulo.
    Éssa diretoria do nosso glorioso São Paulo FC pensam que estão acima do bem e do mal, vcs tem que tratar o pessoal do tigre com mais humildade deixar a impafia de lado, não esqueçam que os argentinos são mais queridos pela Conmebol do essa diretoria SOBERBA do São Paulo FC, isso prova que não são tão insignificante como diz você JPJL.
    Torça muito para o São Paulo não ter um To Lima na vida alis Bolivar né!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*