São Paulo compra Calazans e empresta Brenner para o Fluminense

São Paulo e Fluminense acertaram uma negociação envolvendo Marquinhos Calazans e Brenner. A pedido do técnico Cuca, o clube do Morumbi fechou com o meia-atacante por três temporadas – o das Laranjeiras manterá 30% dos direitos econômicos de olho em uma futura negociação. Em contrapartida para liberar Calazans agora, e não somente em dezembro, quando o vínculo seria encerrado, a equipe carioca receberá o atacante por empréstimo até o fim de 2019.

Calazans estava na mira de Cuca há algum tempo no São Paulo. O atacante, de 22 anos, é visto como um curinga que atua pelas beiradas e pode jogar como ala. Ele chegará ao CT da Barra Funda na quarta-feira.

O Tricolor paulista havia chegado a um acerto com o jogador e esperava o prazo de seis meses para assinar um pré-contrato. Neste cenário, porém, o São Paulo teria de aguardar até dezembro para ter o reforço. Agora, com negociação dos 30% e a entrada de Brenner no negócio, a transferência de Calazans será antecipada.

Marquinhos Calazans começou a carreira na base do Fluminense e em 2015 foi emprestado ao Slovan Liberec, da República Tcheca. Em 2017, já de volta ao Flu, o jogador ficou marcado por ter sido agredido por torcedores do Flamengo no Rio de Janeiro e precisou passar por uma cirurgia no joelho direito, o mesmo que já havia sido operado.

São Paulo e Fluminense definiram o empréstimo de atacante de 19 anos como uma contrapartida. Nos bastidores, o Tricolor do Rio ainda não confirma o acerto com Brenner e alega que uma negociação não depende da outra. A equipe do Rio de Janeiro tentou por algumas vezes renovar com Calazans, mas não teve sucesso.

Além de conseguir a antecipação da contratação de Calazans, o São Paulo vê um projeto interessante para Brenner nessa saída temporária. O clube avalia que o atacante precisa de espaço para jogar.

Depois de brilhar nas categorias de base, Brenner foi promovido ao elenco profissional do São Paulo em 2017, mas nunca conseguiu repetir as atuações. As chegadas de Helinho e Antony ao grupo principal também contribuíram para que ele fosse pouco utilizado nos últimos meses.

Paralelamente a isso, o São Paulo também busca no mercado um novo centroavante, o que poderia deixar Brenner ainda mais sem espaço.

Pablo e Pato são principais opções, mas o São Paulo também quer um centroavante com características de área. Juan Dinenno, do Deportivo Cali, da Colômbia, é avaliado.

Fonte: Globo Esporte

13 comentários em “São Paulo compra Calazans e empresta Brenner para o Fluminense

  1. Não consigo entender a obsessão do São Paulo por esse reserva do Fluminense. Ou ele é melhor que Everton, Antony, Toró e Rojas ou será quinto reserva. Sendo que para quinto reserva já temos Helinho. Pra que perder tempo e dinheiro com esse sujeito?

    • Eu sei cara, deve ser pra fazer companhia ao biro biro no DM, estavam todos com saudade do maicossuel Aí chamaram esse daí que é bem parecido!!

  2. Éééé…
    Sei não o Cuca.
    Insistir na contratação de um reserva do Fluminense?
    Quando falam que estão contratando um cara porque se trata de um “curinga” já fico arrepiado. Um craque não é curinga. Um bom jogador não é curinga. O que desequilibra, desequilibra jogando em sua posição. O Zico algum dia jogou de ala?
    Ou de volante? Ou o Rivelino; ou o Suarez; o Mané ou o Hazard?
    O tal curinga é aquele meia-boca esforçado que se desdobra para flutuar. Exemplo?
    Bruno Peres: lateral, ala, meia atacante e, principalmente, banco.
    Com certeza esse Calazans vai ser mais um como tantos outros que vêm para se incorporarem ao departamento médico e, depois, ter que pagar salários para vê-lo jogar em outro clube.
    Resta apenas uma coisa que pode ser muito boa, mas para o Brenner: a oportunidade de vir a recuperar sua forma de matador. Mas já aviso a ele: caso dê certo no Fluminense não volte para o S.Paulo porque aqui a torcida já desistiu de vc, assim como com o Kaká; com o Casemiro e tantos outros!!!

      • Mas não jogou fora de sua posição, já que o Zagalo se utilizava do 4x3x3, com o meio campo formado por Clodoaldo, Gerson e Rivelino. Gerson mais preso junto ao Clodoaldo e o Rivelino apoiando mais pela esquerda que, normalmente, tinha o Tostão caindo por aquele setor, já que o Riva vinha jogando de trás.

  3. Sera que foi pedido do Cuca mesmo? nao consigo imaginar pedir mais um meia atacante e ainda com historico de lesoes apesar de ser jovem tb como Brenner, mas sinceramente nao entendo as contratacoes que o Rai encaminha e faz, precisamos urgente de centroavante matador custe o custar, e o que ele traz um meia atacante bichado, por isso que digo que o problema no sao paulo é a politicagem, é a administrativo muito mal administrado.
    E eu que pensava alias todos sao paulinos com a chegada do Rai como diretor iria resolver nossos problemas, ledo engano.

    • Contratamos mais um “bancário”… para quê? Mais uma negociação tipo “Maicossuel”. Depois eles não querem ser xingados pela torcida.

  4. O Calazans é bom jogador. O único problema é seu histórico de lesões.
    Para o Brenner pode ser, também, um excelente negócio o empréstimo. O garoto precisa jogar e está sem espaço no São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.