São Paulo chega ao 4º jogo seguido sem marcar

O São Paulo chegou ao seu quarto jogo sem balançar as redes nesta quarta-feira, ao perder para o Bahia por 1 a 0, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Eliminado do torneio mata-mata, o time vem a cada jogo mostrando uma grande dificuldade ofensiva, responsabilidade assumida pelo técnico Cuca.

“É difícil, não quero passar a responsabilidade para ninguém de nada do que está acontecendo. Eu estaria tirando o peso de mim e passando para os outros. Vamos com calma, administrar tudo isso e assumir a responsabilidade”, afirmou o treinador do São Paulo.

A seca ofensiva começou no primeiro duelo com o Bahia, pelo Campeonato Brasileiro, no estádio do Morumbi. Na ocasião, as equipes empataram em 0 a 0. Dois dias depois, o Tricolor paulista e o Esquadrão de Aço voltaram a se encontrar em São Paulo, desta vez pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil, e quem levou a melhor foram os visitantes, que venceram por 1 a 0. A bola seguiu sem entrar no último domingo, na derrota para o Corinthians por 1 a 0 em Itaquera, e nesta quarta-feira os comandados de Cuca mais uma vez não foram capazes de balançar as redes.

“Se eu fosse torcedor, estaria louco da vida, iria reclamar de todas as formas. Se eu fosse diretor, estaria bravo com o comando, que não está fazendo o time ganhar. Quando se trabalha em time grande, se está sujeito a isso”, completou o comandante tricolor.

O São Paulo tentará, enfim, acabar com a seca de gols no próximo domingo, quando enfrenta o Cruzeiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, às 16h (de Brasília), no estádio do Morumbi.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “São Paulo chega ao 4º jogo seguido sem marcar

  1. No Pacaembu e não no Morumbi, cedido a COMENBOL… Nada é tão ruim que não possa ser piorado ainda mais…é o lema da gestão Lero_Leco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.