São Paulo atrasa pagamento de direito de imagens desde abril

Considerado modelo de gestão no futebol brasileiro há alguns anos, o São Paulo vem sofrendo para pagar em dia os vencimentos de seus atletas. Segundo o jornal Diário de S. Paulo deste domingo, o clube atrasa direitos de imagem desde abril.

De acordo com a publicação, pelo menos dois jogadores do elenco são-paulino reclamaram dos atrasos. “Em geral, dez, 15 dias”, teria falado um deles. Os salários, por outro lado, seguem em dia.

O direito de imagem corresponde a cerca de metade dos vencimentos e serve para reduzir a carga de impostos paga pelo clube. Os atrasos desta parcela não implicam no risco da perda dos atletas em eventuais processos.

O São Paulo nega o problema.

Fonte: Diário de São Paulo

4 comentários em “São Paulo atrasa pagamento de direito de imagens desde abril

  1. …enquanto isso, a camisa continua sem patrocínio master e as demais receitas provenientes da venda e licenciamento de produtos despensacam a olhos vistos. É um resulto absolutamente normal diante dos resultados de um time que não sensibiliza a torcida. O público não comparece aos jogos, o time não responde em campo, não aparecem interessados em patrocinar…e continua o círculo vicioso. Dias sombrios que podem ser salvos mediante a venda dos direitos do Lucas…como um dia ocorreu com o Denilson. E assim vamos nós…de lanterna na mão à procura de um futuro melhor!

  2. É….agora somos um clube falido também. Ficar devendo salário é coisa de clube pequeno.
    Diretoria incompetente.
    Não conseguir um patrocínio bilionário para a camisa ok, daí tem hora que tem que recuar e aceitar menos. Mas quem em sã consciência estamparia sua marca em uma camisa que tem um ditador como presidente?
    DEPLORÁVEL!

  3. Isso vem de encontro com o que falei há algum tempo quando alguns estavam ‘viajando’ nas contratações milionárias de Lugano, Forlan, Kaká, entre outros.
    Fui criticado por algumas pessoas, como se alguém precisasse ser um expert para analisar contas as contas do clube. Bastava pegar o último balanço do clube, que é público, e projetá-lo no ano atual, para se ter uma ideia de como anda a saúde financeira.
    Expliquei, mas alguns não entenderem que o clube tem um déficit considerável (isto confirmado por um colega que é do clube) e não consegue mais empenhar receitas para conseguir dinheiro em banco. O maior contrato, o de TV, não permite isso.
    Já li na imprensa que as luvas da antecipação da ampliação do contrato com a TV serão destinadas a cobrir despesas financeiras (algo em torno de R$ 30 milhões).
    Ou seja, se a notícia de atrasos de pagamento dos direitos de imagem não for verdade, está muito próxima da realidade.
    Creio que a venda de Lucas não é só especulação, é necessária.
    Quem quer ser iludir com contratações é melhor ler outro site. Existem sites especializados em SPFC que são muito bons em especulações inventadas. Aumenta bastante o número de page-views.
    Enquanto isso, vamos nos contentando com os Paulo Assunções e Tolóis da vida, mesmo que para isso tenhamos que dar algum percentual de garotos da base. Afinal, Cotia finalmente serviu para alguma coisa.

  4. Só faltava mais essa para a coleção de lambanças do Sr. Jumental Juvêncio, transformou o SPFC. Em um clube caloteiro.
    ISSO É JUVENAL JUMÊNCIO, APOSTO QUE ELE ESTÁ COM O DINDIM EM DIA, GRAÇAS AO SPFC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*