São Paulo analisa expulsão, mas CBF descarta anular jogo contra a Ponte

Incentivado por comentários de ex-árbitros, o São Paulo analisa a expulsão de Matheus Reis contra a Ponte Preta para saber se é cabível um pedido de anulação da partida, vencida por 1 a 0 pelo time do interior paulista no último domingo. Aos sete minutos de jogo, o lateral-esquerdo fez falta em Matheus Jesus, que foi atendido na lateral do gramado, e levou cartão amarelo.

Pouco mais de um minuto depois, entretanto, depois de muita reclamação do técnico Eduardo Baptista, da Ponte, e de ir até o jogador que estava caído, o árbitro Vinícius Furlan mudou de ideia e mostrou cartão vermelho ao lateral. O São Paulo reclamou muito, a ponto de o técnico Edgardo Bauza também ser excluído da partida.

O departamento jurídico tricolor recebeu manifestações favoráveis a um pedido de anulação da partida, pois Furlan teria cometido erro de direito ao mudar o cartão depois de o jogo ter sido reiniciado. No lance, entretanto, quando o lateral-direito Jeferson bate a falta, o árbitro imediatamente para o jogo e se encaminha à lateral para ver a perna de Jesus . Seu ato seguinte é dar o vermelho a Matheus Reis, o que desencadeou a confusão com os tricolores.

Ponte Preta x São Paulo expulsão Matheus Reis (Foto: Murilo Borges)São Paulo reclama do árbitro depois de expulsão do lateral-esquerdo Matheus Reis (Foto: Murilo Borges)

Na súmula, Vinícius Furlan justifica que mudou de opinião em relação à cor do cartão depois de ver o ferimento do ponte-pretano, e também de conversar com o quarto árbitro Márcio Henrique de Góes (veja abaixo).

Trecho súmula expulsão Matheus Reis São Paulo (Foto: Reprodução)

O presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Sérgio Corrêa, disse que não faz sentido um pedido de anulação, já que a partida não havia sido reiniciada, e que a regra determina que o árbitro somente poderá modificar uma decisão se perceber que ela é incorreta a seu critério ou conforme indicações de assistentes ou do quarto árbitro.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.