São-paulinos treinam pênaltis após o treino e têm aproveitamento razoável

Com o regulamento da Copa do Brasil bem assimilado, os jogadores do São Paulo sabem que a vaga na final da competição poderá ser conquistada na decisão por pênaltis. Para que isso aconteça, o Coritiba terá de devolver o placar registrado no estádio do Morumbi, quinta-feira passada, e vencer a partida de volta, nesta quarta, no Couto Pereira, por 1 a 0. Por isso, os principais atletas do Tricolor praticaram cobranças no final do treino desta terça, no CT da Barra Funda.

O desempenho não foi dos melhores. No total, 16 cobranças foram efetuadas e nove gols foram marcados, o que resultou em um aproveitamento foi de 56,2%. Quem mais bateu foi o meia Cícero que, em cinco cobranças, acertou três. Os outros atletas que arriscaram foram os seguintes: Luis Fabiano (quatro cobranças, dois erros e dois acertos), Lucas (uma cobrança e um acerto), Denilson (uma batida certa) e Jadson (cinco chutes, três gols e dois erros).

Nas cobranças de faltas, os mesmos cinco jogadores também treinaram bastante. Os melhores foram Jadson que, em cinco cobranças, marcou quatro gols. Cícero e Luis Fabiano também tiveram bom aproveitamento. Denilson foi o responsável pelas cobranças de longa distância. Na meta, Denis e Léo se dividiram nas defesas.

A princípio, o batedor oficial no caso de ocorrer uma penalidade nos 90 minutos é Luis Fabiano, que teve quatro lances desse tipo em 2012. Ele converteu três (dois contra o Bahia de Feira de Santana, pela Copa do Brasil, e um contra o Santos, pelo Campeonato Paulista) e desperdiçou uma penalidade (contra o Bragantino, pelo estadual).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*