São José goleia São Paulo por 6 a 1 e conquista o Paulista feminino

neste domingo ao derrotar o São Paulo por 6 a 1 no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos. Comandada pela técnica Emily Lima, que já teve passagem pelas categorias de base da Seleção Brasileira, a equipe é campeã do torneio pela terceira vez nos últimos quatro anos.

O São Paulo, por sua vez, levou o título do Paulista em 1997 e 1999, mas fechou as portas e só reabriu este ano. A falta de acordo com a empresa Capes (Centro de Apoio Profissionalizante Educacional), patrocinadora da modalidade, fez com o que o Tricolor decidisse encerrar o time mais uma vez. A decisão da diretoria veio após o atraso de salários por parte da Capes, responsável por deixar um prejuízo de mais de R$ 300 mil para o clube, que arcou com as despesas da equipe e da comissão técnica.

O duelo de ida entre São Paulo e São José havia terminado no empate por 1 a 1, deixando a decisão do campeonato para a volta. Dominando completamente a partida, as Meninas da Águia abriram o placar com Gislaine, aos 12 minutos do primeiro tempo. Pouco depois a zagueira ampliaria para as anfitriãs. Chú, aos 36, faria o terceiro pelo São José, complicando a situação tricolor em campo. Antes do fim da primeira etapa , Nagela conseguiu descontar para o São Paulo.

A situação do time da capital paulista não melhorou no segundo tempo. Mais uma vez Chú agiu, marcando o quarto da partida. Para fechar o placar, Carlinha anotou mais dois e decretou a goleada em casa, garantindo o título do Paulista à equipe.

Embalado pela conquista, o São José já inicia os preparativos para o início do Campeonato Brasileiro da modalidade. A equipe estreia na competição nesta quarta-feira, às 15 horas (de Brasília), diante do Foz Cataratas, no Paraná.

O time feminino do São Paulo atuou pela última vez neste domingo. Algumas jogadoras já vinham recebendo propostas de outras equipes e podem aparecer no Brasileiro ao longo do segundo semestre. O próprio São José contratou duas atletas que deixaram a equipe tricolor logo que iniciaram os atrasos. Internamente, o clube tem o projeto de continuar a procura por um novo patrocinador para reabrir o time no ano que vem.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*