Rogério já treinou como centroavante e pode jogar ao lado de Pato

O São Paulo viu neste sábado a festa para os 25 anos de Rogério Ceni no clube virar palco da apresentação de outro Rogério. O atacante de 24 anos, um a menos de vida do que o xará Ceni tem de clube, foi desde o primeiro minuto de sua estreia o protagonista da vitória por 2 a 0 sobre o Internacional, construída com gol  dele que serviu para abrir o placar no Morumbi e colocar o clube no G-4 do Brasileirão. E a estadia de Rogério no time titular não acaba necessariamente na próxima rodada, com a volta de Alexandre Pato após cumprir suspensão.

Neste sábado Rogério jogou como ponta esquerda e substituiu Pato, artilheiro do time na temporada com 21 gols . O atacante que pertencia ao Náutico e estava no Vitória, no entanto, não está limitado a essa função. Desde os primeiros treinos no São Paulo, o técnico Juan Carlos Osorio o testa como centroavante, além da opção pelas pontas do ataque. Por isso, no próximo jogo contra o Santos, na próxima quarta-feira, na Vila Belmiro, Osorio terá a opção de escalar Pato e Rogério juntos.

Rogério treinou pela primeira vez no São Paulo no dia 25 de agosto. A documentação do atacante demorou mais do que o previsto para ser regularizada, devido à quebra do contrato de empréstimo com o Vitória, clube para o qual estava emprestado pelo Náutico. Por isso, Osorio teve mais tempo do que esperava para observar o reforço, que não foi regularizado a tempo de jogar contra Ceará, Ponte Preta e Joinville.

Desde então, Rogério treinou como centroavante ou ponta – ora pela direita, ora pela esquerda. E na maioria dos treinos chamou atenção. No CT da Barra Funda o bom desempenho do reforço nos treinos, sem poder jogar, refletiu-se em gols marcados.

Neste sábado o São Paulo teve 12 desfalques. Contra o Santos, na quarta-feira, já sabe que poderá contar com pelo menos três desses: além de Pato, os volantes Thiago Mendes e Wesley também voltam após cumprir suspensão. Rogério Ceni e o zagueiro Luiz Eduardo, recuperado de lesões na coxa e no joelho, respectivamente, mas ainda com dores, têm chance de voltar – dependerão da condição que apresentarem nos próximos treinos. Ainda como desfalques restam os lesionados Lucão, Breno, Carlinhos e Luis Fabiano, a dupla que ainda se recupera após cirurgia, Alan Kardec e Denis, e Rodrigo Caio, que serve à seleção olímpica.

Juan Carlos Osorio destacou Rogério entre aqueles com as melhores atuações contra o Internacional. “Soluções extremas. 12 desfalques… é demais para qualquer time. Acho que controlamos muito bem o jogo. Coletivamente a estratégia deu resultado e tivemos atuações individuais de alto nível. Acho que é difícil ser justo com todos, mas os três atacantes, Wilder, Rogério e Ricardo [Centurión] jogaram muito bem hoje. Principal problema foi o centro do campo, e Hudson teve um grande jogo”, falou o técnico.

Rogério disse após a partida sobre o período de treinos que teve antes da estreia. Falou que o entrosamento com o elenco, pelo pouco tempo de convivência, ainda não é o melhor possível, mas festejou a oportunidade. “”Sempre treino concentrado, bastante, treino é igual jogo. Graças a deus treinei bem durante a semana, agora apareceu oportunidade. Vou ganhando aos poucos a confiança de Osorio. Titular ou reserva tenho que estar preparado. Pouco tempo de entrosamento, mas aos poucos a gente vai pegando o ritmo com os companheiros”, disse ao sair de campo, à Rádio CBN.

 

Fonte: Uol

Um comentário em “Rogério já treinou como centroavante e pode jogar ao lado de Pato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*