Rogério tem o dobro do segundo

No dia 20 de agosto de 2006, Rogério Ceni escreveu um dos capítulos mais marcantes em sua vitoriosa e irretocável carreira.  No empate com o Cruzeiro (2 a 2), no Mineirão, o capitão são-paulino defendeu um pênalti, balançou as redes duas vezes e ultrapassou Chilavert, se tornando o goleiro com mais gols no futebol mundial: 63 contra 62 do paraguaio.

E na noite do último sábado (7), na importante vitória sobre o XV de Piracicaba por 2 a 0, o M1TO fez história novamente. Diante do clube do interior, no Pacaembu, o arqueiro são-paulino marcou o seu 124º na carreira e, agora, detém o dobro do segundo colocado na lista de goleiros artilheiros do futebol mundial. Porém, mais do que qualquer marca individual que possa comprovar a sua grandeza, Rogério tem outro foco: a Libertadores da América.

No próximo dia 18, diante de Corinthians ou Once Caldas-COL, o Tricolor iniciará a busca pelo tetracampeonato da maior competição do continente sul-americano. “Não é fácil vencer a Libertadores, porque muitos clubes querem este título. O grito dos torcedores pela Libertadores ecoa em todos os lugares. E isso não é diferente no São Paulo”, afirmou.

A edição de 2015 promete ser uma das competições mais emocionantes da temporada e uma das mais disputadas dos últimos anos. Em uma das chaves mais equilibradas da competição continental, o Grupo 2, o Tricolor terá a companhia do atual campeão do torneio, o San Lorenzo-ARG, e do campeão uruguaio, o Danubio, além de um clube a ser definido (Corinthians ou Once Caldas-COL).

A estreia do São Paulo será no dia 18 de fevereiro, fora de casa, contra o arquirrival ou diante dos colombianos. Já a primeira partida no Morumbi na maior competição continental será na segunda rodada, no dia 25 de fevereiro, contra o Danubio. Na sequência, os comandados de Muricy recebem o San Lorenzo no dia 18 de março.

Dessa forma, os argentinos abrem os compromissos do Tricolor nos confrontos de volta da fase de grupos. No dia 1º de abril, os brasileiros visitam os atuais campeões. Depois, vão ao Uruguai no dia 15 de abril para encarar os campeões nacionais daquele país. Por fim, no dia 22, Corinthians ou Once Caldas vão ao Morumbi encarar o time são-paulino.

E de acordo com Rogério, uma das armas da equipe pode ser a qualidade do time no meio de campo para bater os rivais no campeonato. “A individualidade é um ponto fundamental. No nosso meio de campo, todos sabem jogar: Denilson, Maicon e Ganso. E ainda temos o Michel Bastos aberto pelas pontas com potencial. Esse entrosamento já vem desde o ano passado. Nosso time sabe atacar e defender bem. Com alguns ajustes, vamos entrar firmes na Libertadores”, finalizou o goleiro artilheiro.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*