Rogério Ceni prevê pressão da torcida, mas elogia La Bombonera

O goleiro Rogério Ceni elogiou a escolha do estádio do Boca Juniors, a temida La Bombonera, para o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana nesta quarta-feira, em Buenos Aires, na Argentina. Jogador mais experiente do elenco, o camisa 1 afirmou que o time tem que estar preparado para a pressão da torcida adversária.

“O estádio é bom, o campo também. Existirá a pressão da torcida, mas isso faz parte de uma decisão, não poderia ser diferente”, afirmou o goleiro são-paulino.

O time argentino não poderia usar o seu estádio, José Dellagiovanna, por ele ter capacidade para 28 mil pessoas. O mínimo exigido pela Conmebol para a final é 40 mil. La Bombonera tem capacidade máxima de 49 mil pessoas.

O São Paulo jogou sete vezes no estádio na capital argentina, todas contra o Boca Juniors, e conquistou apenas duas vitórias, além de um empate e quatro derrotas.

Rogério Ceni ainda falou da importância que o título da Sul-Americana pode representar para o clube, além de ser uma conquista inédita.

“Quero ganhar tudo, principalmente o próximo campeonato. Ainda não temos o título da Sul-Americana e seria muito importante, ainda mais pelo ano que tivemos”, disse Rogério.

O segundo jogo da final será na próxima quarta-feira, dia 12, no estádio do Morumbi. Todos os ingressos para o confronto decisivo já foram vendidos antecipadamente. A partida marcará a despedida de Lucas, negociado com PSG, da França.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*