Ricardo Gomes deixa o Botafogo e será o novo técnico do São Paulo

Ricardo Gomes será o novo técnico do São Paulo. Ele aceitou a proposta do clube do Morumbi e, na tarde desta sexta-feira, acertou sua saída do Botafogo, time que dirigia desde a metade do ano passado, quando ganhou o título da Série B e o acesso à elite do Campeonato Brasileiro. O anúncio será feito no máximo até sábado.

O treinador chega ao Tricolor para substituir Edgardo Bauza, agora comandante da seleção argentina. Desde sua saída, Ricardo Gomes foi um dos nomes sugeridos por gente próxima ao presidente Carlos Augusto de Barros e Silva.

Desde que perdeu Bauza, o São Paulo vem sendo treinado interinamente por André Jardine. O técnico da equipe sub-20 venceu seu primeiro jogo, por 2 a 1, contra o Santa Cruz. Apesar dos elogios por parte dos jogadores, a diretoria não tinha a ideia de efetivá-lo.

Ricardo Gomes foi o comandante do Botafogo na campanha da Série B do Campeonato Brasileiro de 2015, em que a equipe conquistou o título e o acesso. Neste ano, chegou a ser sondado pelo Cruzeiro durante as finais do Campeonato Carioca – o time perdeu a final para o Vasco –, mas recusou a proposta do time mineiro. Na ocasião, renovou até dezembro de 2017, em acordo que previa multa rescisória. O novo contrato, porém, nunca foi assinado.

No Botafogo, dois nomes ganharam força nas últimas horas para substituir Ricardo Gomes. Milton Mendes, ex-Santa Cruz, já foi procurado por intermediários. Ele é tido como um treinador de potencial, além de ter um salário dentro da realidade alvinegra. Não está descartada, porém, a efetivação de Jair Ventura, auxiliar permanente do Botafogo.

Ricardo volta ao São Paulo após seis anos. O treinador deixou o clube do Morumbi no dia 6 de agosto de 2010, logo após a eliminação na semifinal da Taça Libertadores diante do Internacional. Depois, teve passagem marcante pelo Vasco, onde conquistou a Copa do Brasil de 2011 e, durante o Campeonato Brasileiro daquele ano, sofreu um AVC. Ficou entre a vida e a morte, mas se recuperou e voltou a exercer o cargo no Botafogo.

O trabalho do técnico é muito elogiado pela atual gestão tricolor. Atual presidente, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, era vice de futebol na primeira passagem de Ricardo Gomes. Na ocasião, o técnico levou o time da 16ª para a quarta colocação no Campeonato Brasileiro de 2009, brigando pelo título até as últimas rodadas.

Em sua primeira passagem pelo Tricolor, Ricardo Gomes disputou 73 partidas, sendo 38 vitórias, 15 empates e 20 derrotas, o que totaliza um aproveitamento de 58,9%.

Mesmo com a confirmação da contratação, o São Paulo ainda será treinado por André Jardine no próximo domingo. Pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Tricolor encara justamente o Botafogo, ex-time do novo técnico.

26 comentários em “Ricardo Gomes deixa o Botafogo e será o novo técnico do São Paulo

  1. Respeito mas Osório não me deixou saudade nenhuma.

    tomou goleadas do Palmeiras 4 a 0 ,Santos 3 a0. tomou 3 a 0 do Goias no Morumbi.

    empatou com Avai 1 x 1 no Morumbi, jogando com 3 zagueiros.

    perdeu do Ceara no Morumbi .

    E Bauza me deixou menos saudades ainda , 18 derrotas no ano , 2 vitórias fora de casa em toda temporada.

  2. Pessoal critica a passagem do Osorio no São Paulo sem levar em conta q ficou só 4 meses, durante o Brasileirão, no pior momento político da história do clube.
    Queria que ele tivesse uma pré temporada pra ver até aonde ia. Em mim deixou muita saudade, fez Auro jogar, fez Carlinhos jogar, foi o melhor momento do ataque com Pato e Kardeck fazendo tabelas rápidas e produtivas. Se tivesse tempo pra acertar a defesa teria sido muito bom.

  3. Na situação que estamos, precisamos de pelo menos quase 50% dos pontos pra ficarmos tranquilos sem medo de queda…
    O aproveitamento do Ricardo Gomes é 37%…que ele melhore…
    Diretoria lixo…

  4. Um Grande momento do Ricardo Gomes no São Paulo foi as quartas de final da Libertadores de 2010 , duas vitórias diante do Cruzeiro , por 2 a 0 no Mineirão e no Morumbi.

  5. Ricardo Gomes estreara pelo São Paulo , contra o mesmo adversário de quando dirigiu o São Paulo pela última vez em Agosto de 2010 na semi final Libertadores . O Internacional de Celso Roth.

  6. Bom, agora quero ver os reforços, pois esse elenco é pequeno, tem alguns jogadores de qualidade, mas está faltando um elenco maior com bons jogadores.

  7. Concordo, Luiz Guilherme, que o ponto mais delicado é a falta de um elenco completo e, um pouco menos grave, a falta de qualidade do time titular. Também sobram dúvidas sobre a preparação física e a habilidade política da direção.
    Ricardo é um nome melhor que Luxa e Abel, os dois favoritos. Só não sei se é suficiente.

  8. Temos que discutir elenco , jogadores. e não técnico.

    Temos time/ elenco pra aspirar alguma conquista de títulos?

    Qualquer técnico que assumisse o São Paulo hoje teria muitas dificuldades em trabalhar com este elenco que é super limitado em qualidade e quantidade.

  9. Não sei Murilo.

    No Vasco ele ganhou uma Copa do Brasil ,e conduziu quase todo o time ao vice brasileiro ( time deixado pro Cristovão Borges) antes de sofrer o AVC.

    Como disse abaixo vários técnicos de ponta passaram por aqui nos últimos 3 anos e não ganharam nada. será que o problema é treinador , ou erro na montagem de elencos? que passa pela gestão.

  10. Bom caráter, amigo do Raí. Não deixou saudade, não deixou legado.
    Treinava um time do Z4.
    Não tem nenhuma expressão profissional.
    Não vamos ser rebaixado com ele. Também não ganharemos nada.
    Não vamos a lugar algum com ele.

  11. Vale lembrar que Paulo Autuori , Muricy Ramalho , Osório , Bauza só técnicos badalados passaram pelo São Paulo de 2013 a 2016 e não ganharam NADA .

    Então vamos ter calma com o Ricardo e cobrar da diretoria que de um elenco descente pra ele trabalhar.

  12. Se Ricardo Gomes terá sucesso não sei.. Mais depende da diretoria também dar um elenco de qualidade pra ele trabalhar.

    Mais uma coisa garanto mais que 44% de aproveitamento ,e mais de 2 vitórias fora do Morumbi, Ricardo Gomes conseguirá.

  13. Ricardo Gomes dirigiu o Botafogo em 66 partidas.

    34 vitórias , 15 empates , 17 derrotas.

    Bauza dirigiu o São Paulo em 48 partidas.

    17 vitórias , 13 empates , 18 derrotas.

  14. Povo reclama demais , seja qual for o treinador o que precisa é melhorar a qualidade do elenco que é bem limitada. Muitos treinadores passaram pelo São Paulo nos últimos anos sem sucesso e técnicos de ponta como Muricy , Osorio , Bauza …

    Bauza chegou respaldo por duas Libertadores ,e ganhou o que no São Paulo? além de 18 derrotas , 2 vitórias fora de casa em 7 meses de trabalho e 44% de aproveitamento.

    Antes de criticar o Ricardo Gomes , deviam exigir reforços e dar um time de qualidade pra ele trabalhar.

  15. Então era esse o técnico multi campeão que a diretoria dizia trazer!!!!

    Parabéns, agora já temos uma diretoria de segunda divisão, elenco de segunda divisão e só faltava o técnico, que acabaram de achar….

    Projeto ladeira abaixo meu amigos Tricolores….. que decepção!

  16. nau gostei esse cara é mas ou menos largo o trabalho dele pra ir pro imprego coitado se perder duas ja cai diretoria incopetente deicha o da base por enquanto e depois busca um nome no mercado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*