‘Reforço esquecido’ no São Paulo, Daniel pode voltar a correr em breve

Talvez poucos torcedores do São Paulo lembrem, mas um dos primeiros reforços do clube para esta temporada ainda nem sequer apareceu no gramado do CT da Barra Funda. Mas a espera do meia Daniel para juntar-se definitivamente ao elenco do Tricolor deve acabar em cerca de dez dias.

– O Daniel sofreu uma ruptura de ligamento cruzado anterior no joelho direito e a cirurgia completará quatro meses daqui dez dias. Este período é o que estipulamos para que ele voltasse a correr no gramado, principalmente pelo fato da evolução dele ser muito boa – revelou o chefe do departamento médico são-paulino, José Sanchez.

Daniel foi operado em 8 de janeiro, menos de duas semanas após ser contratado do Botafogo. Ele já havia lesionado o joelho direito em setembro de 2014, mas precisou de nova cirurgia para se recuperar. O prazo passou de abril para junho ou julho, mesmo que Sanchez evite estipular uma data para o retorno.

– Não gosto de dar prazo para não pressionar. Quando volta para o campo, precisa fazer exames que podem fazê-lo voltar ao tratamento ou liberá-lo de vez. Essas variantes impedem que eu dê um prazo. Se falo uma data e atrasa por alguma razão, fica uma situação chata – disse.

O meia-atacante de 20 anos, único reforço não apresentado pelo Tricolor, não está sozinho no departamento médico. Em 26 de fevereiro ele recebeu a companhia do goleiro reserva Denis, com instabilidade no ombro direito corrigida por cirurgia e previsão de retorno somente para meados do mês de agosto.

– Já são dois meses e uma semana de recuperação muito boa do Denis. Tentou fortalecer a musculatura do braço direito para combater a dor e evitar a cirurgia, mas isso não surtiu efeito. Por isso, foi operado – explicou Sanchez.

Por fim, o colega mais recente e próximo de Daniel no Reffis é Alan Kardec. O centroavante também rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito e foi operado há três semanas. Na última terça-feira, pôde se livrar das muletas e proteções no local e animou Sanchez, que ainda falou sobre os cuidados específicos para cada um dos três casos de lesão no Tricolor.

– A recuperação do KArdec está melhor do que imaginávamos. Os três são casos chatos, de cirurgia, mas o cuidado que tivemos é mesmo de outras lesões anteriores no clube. Não teve nada especial. As operações foram bem sucedidas trouxeram recuperações dentro do prazo – finalizou.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*