R. Caio quer explicação de quem o chamou de “jogador de condomínio”

No início da temporada, quando o São Paulo vivia má fase, o zagueiro Rodrigo Caio foi chamado por Rodrigo Gaspar, assessor da presidência do clube, de “jogador de condomínio”. Agora, com o time em uma situação completamente diferente, o jogador afirma que o perdoaria, mas apenas se o pedido de desculpas fosse feito em público.

“Eu sou uma pessoa que não guarda mágoa de ninguém, não. No momento em que ele vier falar comigo, vou entender numa boa, vou esperar a versão dele. Mas espero que ele se retrate do que falou da mesma maneira. Se falou em público, que se retrate em público”, afirmou, em entrevista ao jornal “Lance!”.

Logo depois da derrota do São Paulo para o The Strongest, na primeira rodada da fase de grupos da Libertadores, Gaspar usou o Twitter para criticar Rodrigo Caio e Centurión e ainda chamou o entõa auxiliar-técnico Milton Cruz e Michel Bastos de “ervas daninha”.

“Rodrigo Caio é jogador de condomínio, bonzinho, mas fraco, fraco de futebol e de personalidade. Centurión é uma piada, das piores, horroroso, a bola bate em suas pernas, é uma briga feia, daquelas que faz mal para quem assiste”, escreveu na época. O tuíte, mais tarde, foi apagado.

Rodrigo Caio, no entanto, diz não ter mudado seu estilo de jogo para afastar o esteriótipo. “Claro que a gente fica chateado por um funcionário do clube falar algo que não tem cabimento. Mas em nenhum momento o que eu fazia em campo era para apagar isso. Foi algo que tirei da minha cabeça mesmo chateado, o que toda diretoria ficou sabendo. Por mim e por meus companheiros. É algo que faz parte do passado”.

“Agora, depois desse jogo contra o Atlético-MG, ele veio falar comigo, falar que depois queria conversar pessoalmente. Ainda não tive a oportunidade. Aconteceu, fico triste pela proporção que tomou e ficou marcado, mas procurei trabalhar e fazer minha parte”, completou o zagueiro.

O São Paulo volta a campo neste domingo (22), no Morumbi, contra o Internacional, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

 

Fonte: Uol

Nota do PP: entendo a mágoa do jogador, mas acho que algumas coisas devem ser deixadas para trás. Rodrigo Gaspar, o assessor do presidente Leco, cometeu uma gafe e reconheceu à época. Não podemos começar, por atos passados, tumultuar o ambiente que existe hoje no elenco.

8 comentários em “R. Caio quer explicação de quem o chamou de “jogador de condomínio”

  1. É Rodrigo nao chamaria vc de jogador de condominio pq muitos de condominio talvez jogue muito mais que muitos que hj estao no sao paulo, mas que vc tem falhado feio em muitos jogos isso vc tem, jogo passado, e tantos outros que nao esquecemos, alias vc nao é zagueiro é volante sera que vc e os treinadores nao veem isso, é uma pena, e olha que nas convocaçoes para selecao vc nao joga de zagueiro pq sera?
    Agora prove dentro de campo que vc nao é esse jogadorzinho da zaga , o que tem salvo o nosso time é maicon e boa postura dos volantes e todos ajudando a marcar.
    E o centurion ainda nao sei o que faz no sao paulo que nao foi embora. fraco d+

  2. É disparado o melhor jogador de nosso time. Só não enxerga quem não entende futebol. O torcedor não aceita jogador vindo da base. Não tem paciência. É o único jogador nosso convocado pra Seleção e o único a ter mercado no exterior. Vcs precismaprender um pouco mais!

  3. Pra mim ainda provou nada, falhou bizonhamente contra o Atlético e tem falhado em muitos jogos. Quem melhorou a defesa foi o Maicon, pois antes dele a defesa era péssima.
    Aliás, R.Caio e Denis colocam o time em desvantagem, Maicon, Calleri e os demais é que tem que reverter as cagadas dos dois.
    R. Caio deveria jogar de volante, pois de zagueiro é fraco sim.

  4. Ganhe a Libertadores e aí terá o direito de cobrar e desabafar, por enquanto não ganhou nada e falha em quase todos os jogos, então vá treinar posicionamento e aprender marcar o atacante e não a bola, fazer um trabalho de reforço físico e pare de falar, prove que é bom jogando e não falando.

  5. Gosto e defendo o Rodrigo Caio, aqui neste Site. Acho que deveria ser o primeiro volante do time e não zagueiro. Entendo que, por falta de melhor, ele esteja jogando na zaga mas não acho que ali seja seu lugar. Entretanto, talvez por culpa de mídia, ele é constantemente levado a dar entrevistas e isso parece que mais o atrapalha do que beneficia, uma vez que, repercute cada ato seu em campo e, infelizmente, ele tem falhado – muitas vezes até por falhas de outros que acabam “estourando” em cima dele por de ser o último homem. Sem tanta conversa; “na moita” talvez ele não fosse cobrado tanto. Tem mais: se ele gosta de jogar na zaga e o técnico tem confiança nele como zagueiro, ele e o clube deveriam investir em sua massa muscular, tornando-o mais apto a disputar bolas no corpo a corpo, coisa muito importante para um zagueiro. O resto, e as críticas venham de onde vierem faz parte, não pode lhe tirar a paz; ele deve ser consciente que só quando ele estiver jogando muuuiiitto e for uma unanimidade, e mesmo assim seu clube tem que estar ganhando sempre, essa coisas pararão de acontecer…

  6. Poh cara, você tem consciência de sua falha grotesca na quarta? tem consciência de suas consequentes falhas? Tem consciência que não possui físico e personalidade de zagueiro? Menos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.