Queixas freiam recuperação e adiam retorno de Luis Fabiano

A recuperação de Luis Fabiano talvez demore mais tempo do que imaginava o treinador do São Paulo, Muricy Ramalho. O atacante chegou a correr em campo na terça-feira, entrando em um processo de transição da fisioterapia para a preparação física, mas voltou a ficar exclusivamente no Reffis depois disso.

Nesta quinta-feira, o jogador completou três semanas em recuperação de estiramento na coxa direita, motivo pelo qual ainda não atuou após a Copa do Mundo. Foi a segunda lesão seguida no local. A primeira foi sofrida em 20 de junho, durante amistoso contra o Orlando City, nos Estados Unidos. Na semana em que foi finalmente liberado para treinar com o grupo, no final da primeira quinzena de julho, voltou a lesionar a mesma coxa.

Por isso é que, desta vez, o departamento médico tem tido receio ainda maior. Qualquer queixa tem feito com que o processo seja freado, como ocorreu nesta semana, em que Luis Fabiano foi para o campo uma única vez e voltou ao Reffis. “Mas ele tem corrido lá dentro também”, minimizou o médico José Sanchez, que prefere não fazer previsão pública para o retorno do atleta.

Estabelecer uma data de retorno, além de gerar expectativa desnecessária para a torcida e o próprio jogador, pressionaria também os profissionais do clube. “Fica-se refém de um prazo informado”, explica o chefe do departamento médico são-paulino.

Internamente, sim, há prazos. Para Muricy, era inicialmente “metade de agosto”, o que levantou hipótese remota de ter Luis Fabiano diante do Bragantino (na quarta-feira que vem, pela Copa do Brasil, no Morumbi). Agora, a ideia é contar com o centroavante “ainda neste mês”. É provável, portanto, que não ele esteja apto nem mesmo para participar do próximo clássico no Campeonato Brasileiro, contra o Palmeiras, em 17 de agosto, no Pacaembu.

Em quatro dos cinco jogos sem o camisa 9, seu substituto foi Alan Kardec. Ele o será também neste domingo, em duelo com o Vitória, em casa. Ele só não participou do jogo de ida contra o Bragantino porque já tinha defendido o Palmeiras nesta edição da Copa do Brasil.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Queixas freiam recuperação e adiam retorno de Luis Fabiano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*