Próximo de reencontro, Ney Franco vira alvo de críticas no São Paulo

O reencontro do São Paulo com Ney Franco, no próximo domingo, contra o Flamengo, promete. O modo como o treinador assumiu a equipe carioca virou motivo para seus desafetos no Tricolor reforçarem as críticas. A opinião é de que faltou ética com Jayme de Almeida. O técnico anterior soube da demissão após o atual ser contratado.

Pesou ainda mais no São Paulo o fato de Jayme ter sido jogador do clube na década de 1970, quando atuou ao lado do técnico Muricy Ramalho. Jayme chegou do Flamengo, ficou quatro anos, mas disputou apenas 55 jogos.

Ney Franco pediu demissão do Vitória nesta segunda-feira para treinar o Flamengo. Ele saiu ano passado do Tricolor em atrito, até com Rogério Ceni. O técnico criticou a postura do capitão após a saída.

– Se chega um nome que é do interesse dele, ele fica na dele; se não é, reclama nos corredores – disse Ney, na época em que saiu do São Paulo.

Em sua passagem pelo clube entre 2012 e 2013, Ney Franco comandou o Tricolor em 79 partidas, somando 41 vitórias, 22 derrotas e 16 empates – aproveitamento de 58,6%. Conquistou o título da Copa Sul-America em 2012, mas obteve campanha muito ruim na Libertadores-2013 e começou a perder o grupo.

Ney sofria críticas por ter se aliado fielmente ao diretor de futebol Adalberto Baptista, considerado um dos responsávels pela crise que atingiu o São Paulo no ano passado. Ele também entrou em atrito com Ceni e hoje é mal visto até por outros dirigentes.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*