Provocador, Centurión afirma: “Entrei no clima dos clássicos brasileiros”

Famoso pelas polêmicas na Argentina, Centurión chegou ao São Paulo há apenas três meses e não conseguiu ficar longe delas.Depois de dizer que ainda não estava adaptado ao Brasil e que vivia em uma bolha na maior cidade do país, o gringo se animou com a vitória por 2 a 0 sobre o Corinthians, pela Taça Libertadores. Ele acredita que se habituou aos duelos contra os principais rivais do Tricolor.

– Acredito que já entrei no clima dos clássicos brasileiros. Gosto do estilo de jogo do Brasil e das rivalidades entre os clubes. Tentei aproveitar as oportunidades que recebi contra o Corinthians e mostrei o meu futebol. A verdade é que gosto destes jogos com pressão – afirmou o atacante ao site do clube.

Centurión foi o único destaque do São Paulo na derrota por 1 a 0 para o Corinthians, pelo Paulistão, e animou a torcida. Na última quarta-feira, o argentino entrou no segundo tempo e ajudou o Tricolor a segurar a vitória sobre o mesmo rival que colocou o clube nas oitavas de final da Libertadores. Depois do jogo, o argentino provocou o adversário nas redes sociais. Ele escreveu no Twitter que “ficou demonstrado quem é o maior de São Paulo”.

– Clássicos e jogos assim dão mais motivação. São partidas à parte. Estou muito contente com a chance de poder encarar mais um jogo assim – ressaltou.

De acordo com a tabela divulgada pela Conmebol na última quinta-feira, o São Paulo recebe o Cruzeiro, no dia 6 de maio, às 22h, no Morumbi, pelas oitavas de final da Taça Libertadores. O confronto da volta está marcado para 13 do mesmo mês, às 19h30, no Mineirão, em Belo Horizonte. Quem passar enfrenta Boca Juniors ou River Plate.

– Teremos tempo para trabalhar e deix

Fonte: Globo Esporte

6 comentários em “Provocador, Centurión afirma: “Entrei no clima dos clássicos brasileiros”

  1. Um conselho para o Luiz Fabiano:
    — Esqueça seu pavio curto, seus impulsos, sua agressividade contra as decisões da arbitragem. Isto rouba a melhor parcela da sua capacidade de atleta, prejudica seus companheiros, aborrece a Diretora, e desperta o desânimo ou a ira da torcida…de você mesmo… e até de seus familiares.
    Acho que seria muito mais fácil e meritório se você, futebolista genial que é, se limitasse a mostrar o futebol que sabe, em defesa do São Paulo.

  2. Um conselho para o Luiz Fabiano:
    — Esqueça seu pavio curto, seus impulsos, sua agressividade contra as decisões da arbitragem. Isso rouba a melhor parcela da sua capacidade de atleta, prejudica seus companheiros, aborrece a Diretora, e desperta o desânimo ou a ira da torcida…de você mesmo… e até de seus familiares.
    Acho que seria muito mais fácil e meritório se você, futebolista genial que é, se limitasse a mostrar o futebol que sabe, em defesa do São Paulo.

  3. Rikardo Centurion, e’ mesmo um jogador irreverente,
    mas ao contrario de outros, leva pankadas e fika quieto,
    desconta partindo em cima com a bola e sendo driblador
    acaba com o kara, como no classico com Elias, acabou com
    aquele merdinha que se achava o destruidor do Morumbi.
    Continue assim Rikardo, ja’ e’ idolo de uma grande parte,
    pena que nosso trenero, e’ uma banana, ou melhor uma +
    para voce carregar.

    • Ídolo????Não me faça rir…ídolo poderá até vir a ser (espero que seja), mas ainda não. ..pense melhor antes de escrever algo…acredito que vc seja melhor do que as baboseiras que tem escrito ultimamente.

      • O que ele quis dizer foi que ele é o único com futebol nas veias, sem indolência, que quer jogar e ganhar jogos.
        Concordo, ídolo, como RC, LF, Kaka, ainda não, mas já faz a diferença e se destaca entre a maioria dos que lá estão.

      • Ricardo, idolos sa’o os jogadores que tem sangue na veia,
        esse tem, argentino, ainda tem muito para dar, e se na’o boicotarem,
        como ja se anteve, poderemos esperar algo de bom dele,
        muito mais do que, do mas….kkkk….arado, dudu, que gostaria que tivesse vindo,
        ma hoje estou mais feliz com o gringo.
        Ainda, idolos sa’o esses vermes, tipo aidar, ataide, adalberto e outros “as”
        do MORUMBI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*