Ponte Preta acusa São Paulo de aliciamento a goleiro da base

A Ponte Preta divulgou na manhã desta quarta-feira uma nota oficial acusando o São Paulo de ter aliciado o goleiro Lucas, que recentemente foi convocado para a seleção brasileira sub-17.

Segundo a nota oficial, o São Paulo passou por cima de conceitos de ética ao levar o goleiro de 15 anos para treinar no CT da base, em Cotia.

“Desde o ano passado todos os times já estão protestando contra o tipo de assédio imoral praticado pelo São Paulo, que mais uma vez deu o bote e passou por cima de todo um processo, um trabalho desenvolvido com um menino desde os 11 anos de idade”, declarou o diretor Francisco Kiko Marques.

Ainda segundo a nota, Lucão completa 16 anos em dezembro e só então poderia legalmente assinar contrato com qualquer clube. “Nós já tínhamos oferecido a ele um aumento da ajuda de custo que praticamente igualava o valor do contrato que seria assinado, até porque esse menino já iria para o profissional como quarto goleiro no ano que vem”, explicou o dirigente, que reforçou seu ataque ao São Paulo.

“Ele se destacou na Copa do Brasil, onde defendeu pênaltis e até marcou gol de goleiro, e nós da Ponte fizemos todo um trabalho mostrando o valor dele para a CBF, já pensando que merecia estar na Seleção. Cruzeiro e Corinthians vieram nos procurar, da maneira correta, e foram informados que não tínhamos interesse. O São Paulo, porém, foi falar com empresário e direto para cima da família, fez jogo sujo”.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.