Pato só brilha quando recebe apoio da comissão técnica

Alexandre Pato está, mais uma vez, confiante. Após marcar três gols sobre o Capivariano na última quarta-feira, ele atribuiu a volta da confiança ao apoio dos torcedores nos estádios e nas redes sociais, mas a comissão técnica também tem papel fundamental para fazer o camisa 11 retomar o bom futebol do ano passado.

Muricy Ramalho e seus fiéis escudeiros, o coordenador técnico Milton Cruz e o auxiliar Tata, entendem que Pato só chega perto de seu maior potencial quando tem a certeza de que é importante para o time. Ou seja, quando é escalado para ser titular e participa ativamente das jogadas de ataque.

No ano passado, isso ficou evidente na volta da Copa do Mundo. O ex-corintiano era reserva de Ademilson e, nos treinos, não esboçava reação. Por desfalques no setor ofensivo, voltou a ter chance em duelo com o Bragantino pela Copa do Brasil, marcou um gol e só saiu do time titular em outubro, quando sofreu lesão na coxa esquerda.

Outra prova é que todos os 15 gols anotados pelo Tricolor até o momento foram em partidas em que Pato começou como titular. Nas vezes em que saiu do banco, o rendimento dificilmente foi bom. Com o show diante do Capivariano, o camisa 11 espera ter nova sequência para, enfim, voltar a brilhar.

– O Pato é uma boa dor de cabeça. Nos dois primeiros gols ele só empurrou para dentro, vou dar um desconto. Só no terceiro ele mostrou a velocidade para driblar e como finalizar – destacou Ganso.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*