Opinião de são-paulino: pré-jogo São Paulo x Corinthians

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, aqui o espaço é seu. Diga o que espera para o jogo desta tarde entre São Paulo e Corinthians, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista.

13 comentários em “Opinião de são-paulino: pré-jogo São Paulo x Corinthians

  1. FORA MURICY! FORA ROGERIO CENIOR! Papo furado. Depois de 30 anos como jogador profissional, bate uma penalidade dessa forma e fica com papo furado de “a responsabilidade é minha”. Devia ter se aposentado no ano passado.

    Jogadores incompetentes, treinador burro. Time de pipoqueiro.

    Não precisamos nos apressar em demitir o Burricy e aposentar o velho no gol. Vamos esperar perder a libertadores e passar o Brasileirão em branco.

  2. Vencer ou vencer, não há outra forma de começar a pensar em prosseguir na libertadores, mais uma derrota hoje, a meu ver, vai comprometer os próximos jogos, principalmente contra os argentinos, que são muitas vezes mais aguerridos que os marginais.
    Agora, se no campo confundirem garra com indisciplina, pois isto só vale para os marginais, aí vamos ter jogadores expulsos e a coisa piora muito.
    VITÓRIA, nem que chova canivetes.

    • Amigo, respeito sua opinião, mas está no tempo de incitar a paz em vez de violência. Ficar xingando os rivais de marginais só fomenta a violência. Vamos dar o exemplo.

  3. Sinceramente o que mais me preocupa hoje é o juiz e seu auxiliares. Nosso time é mais categorizado, é preciso uma certa dose de motivação, embora nosso técnico não a acha necessária, pelas declarações dos jogadores durante a semana deu para ver que ela existe para o jogo de hoje e se estiver presente não tem para ninguém no Brasil.

  4. Sem confiança para o embate de hoje. Há anos nosso amado clube só tem jogadores “bonzinhos”, nenhum “raça ruim” para mudar o panorama do jogo.
    O adversário aprendeu a jogar contra nós, e sabedores de que quando está indo mal no jogo, virá um “sopro” de esperança, portanto ficam sempre sem pressão para jogar contra nós.
    Muitos falam que o maior problema do nosso time é o treinador, que é ultrapassado, etc. Não discordo, mas, em minha opinião, o que mais me irrita é a inércia dos jogadores. Esses, que ganham muito bem, deveriam ter no mínimo ATITUDE. Jogo é jogo, e tônica disso é sempre vencer, custe o que custar. Seja expulsão, seja gol de mão, tudo, e não adianta vir aqueles politicamente corretos dizer que é antiético, porque antiético é uma ova. Jogo é para se ganhar, perder faz parte, mas tem que ganhar, senha jogando bonito ou feio.
    O futebol brasileiro na atual situação não me atrai mais. Sempre vou assistir aos jogos do meu Tricolor, mas sempre contra esse adversário de hoje, não me motivo mais.
    Espero que os jogadores tenham ao menos atitude e busquem sempre o gol, mesmo com esquema tático errado, escalação errada. Apena busquem o gol.

    Tomara seja um confronto leal, sem interferências externas (árbitro, bandeiras) e que a paz esteja no estádio, na torcida e aos arredores.

  5. Outro dia me disseram por aqui que muitos atletas e dirigentes curtem ler o que escrevemos por aqui, alguns na’o leem nada, di nada, pois sena’o na’o estariam
    dizendo incoerencias.
    Na’o precisa tirar nada daquele jogo do Lorenzo, la’ a travekada teve sorte e
    ainda jogou sem publico, outra vantagem, alias eles tiveram tres chances incriveis de gol e na’o foram felizes. Mas, no jogo em que nosso trenero
    perdeu, fomos dominados pela apatia e amarelez, coisa inconcebivel
    numa Libertadores, estamos dizendo que time sem ALMA e RASSSSSSSSA
    na’o vai a lugar nenhum, no meu modo de entender sr Souza, precisa se movientar
    de uma forma que ajude nosso time e companheiros, como fazem Elias e Ralf,
    estes sim fazem a diferenca. Pois bem, pelo menos viram que precisam
    de algo mais alem da tecnica, ja’ e’ um grande avanco, nosso trenero deveria ao
    menos passar a exausta’o videos desses jogos e mais alguns da Libertadores,
    de preferencia dos times argentinos, eles perdem, e’ claro mas jogam com tudo
    inclusive essses quesitos e mais alguns.
    HOJE, poderemos ate’ perder, faz parte mas sejam aplicados e na’o venham com
    choradeira de imagem atrasada, isso me da’ mau estar, mas facam como
    os argentinos deixem seus torcedores orgulhosos e cantando ao final do jogo,
    e na’o revoltados e envergonhados.

    Quanto a diretoria, abaixe as pretenso’es de patrocinios e ingressos,
    quem na’o se adaptar a quebradeira e efeito domino’ tipo PTrobraiz e’ certa.
    O Danubio veio aqui e conseguiu, me parece naquele jogo patrocinio
    pontual de patrocinadores brasileirios.
    Trabalhem minha gente na’o esperem beneficios desses P s da vida,
    seria humilhante, ou na’o, sendo do mesmo sako, tudo bem.

    O time uruguaio Danúbio teve três patrocínios pontuais de empresas brasileiras para o jogo contra o São Paulo, válido pelo primeiro confronto internacional do clube na fase de grupos da Copa Libertadores da América 2015. A negociação dos aportes foi realizada pela Wolff Sports & Marketing, comandada por Fábio Wolff.

    Pelo jeito na’o precisam de dim dim extra, muito menos de STs extras
    como conduzem esses canais. $$$$$$$$ ta sobrando no caixa, eletronico e’ claro.
    Quando o produto e’ bom, atraente na’o precisam se esforcar muito,
    e’ mesmo dar condicoes coerentes, precos compativeis, o futebol depois do
    SETE virou uma mediocridade, um MICO, para alguem idoneo apostar as fichas
    nele, so’ mesmo firmas relacionadas aos P s que deveriam se manter longe
    do mesmo, nos envergonham ainda mais.
    Carregar os torcedores com ingressos fora da realidade nacional, e’ uma afronta
    princiipalmente quando se quer com isso manipular o torcedor forcando-o
    a ser ST, ai’ entra a ideologia do outro pt o politico, com a cartonzada
    que se transforma em dim dim.
    E vamos pro jogo Murici, na’o invente, alias acho que na’o fazer sena’o o o’bvio,
    colocando o Ricardo , Rasssssssssssssssa e Alma em campo.

  6. Se perder novamente para as Gayvotas, tem que mandar um monte pra rua, técnico, auxiliar e jogadores vagabundos come e dorme. Seria uma vergonha mais uma derrota pra essa escória.

  7. Não estou nem um pingo confiante, podem me xingar à vontade.

    Esses últimos times montados sempre se cagam de medo quando enfrentam o Corinthians. Parecem, de fato, um monte de bambis na savana, mas ao invés de fugir de leões, correm das galinhas.

    Pra completar, os provocadores estarão lá : Sheikira e Guerreira, além dos nossos carrascos Danilo e Elias.

    Vai ser sofrimento do começo ao fim, porque embora a galinhada não seja imbatível, nutrem um ódio mortal pelo nosso time e sempre dá o sangue e alma nos jogos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*