Notas dos jogadores

Jean: fez boa partida e foi expulso injustamente, porque foi comemorar com a torcida do São Paulo. 6 Vou retificar minha nota. Acabo de  publicar que ele pisou no símbolo do Vitória. Errou. 3

Bruno Peres: ainda não se encaixou no time do São Paulo. 5

Arboleda: é nosso melhor zagueiro. 9

Bruno Alves: seu futebol cresce ao lado de Arboleda. Fez até o gol da vitória. 9

Edimar: fez boa partida pelo seu setor. 6

Hudson: esforçado. 6

Luan: grande partida, dando mais velocidade ao meio de campo. 8

Diego Souza: parto da teoria que ele deveria ser o armado. Não foi. 5

Rojas: fazia boa partida. Sua contusão nos prejudicará muito. 6

Gonçalo Carneiro: está ganhando confiança jogo a jogo. 6

Reinaldo: voltou a jogar bem, apesar de estar fora de posição. 8

Trellez: entrou e não ganhou uma única jodaga. 4

Everton Felipe: espero queimar minha língua, mas o Alexandre Pássaro tem que explicar essa contratação. 3

Nenê: um passe de calcanhar e algumas quedas por prender muito a bola. 4

Diego Aguire: continua insistindo com um time que não está dando certo. Hoje ganhou. Mas e daqui para a frente? 5

 

Paulo Pontes

10 comentários em “Notas dos jogadores

  1. Com a suspensão do Jean, chegou a vez do Lucas Perri!!

    Colocar o Sidao será uma demonstração de que falta critério! Pois ele perdeu a posição para o Jean pela má fase! E não é possível a má fase sair em apenas 2 jogos!

  2. Sempre achei a melhor dupla de zaga! Duas grandes partidas seguidas da dupla!
    Luan e Hudson brigando muito no meio campo! E correndo o campo todo.

    E só…

    Achamos um gol.

  3. Alguém dessa diretoria tosca precisa explicar porque gatam milhões com a base, formam bons jogadores, a base eh multicampeã, os jogadores da base quando saem do SPFC estouram em todos os lugares do mundo, E PORQUE NÃO USAM OS GAROTOS DA BASE?

    TEM ALGUM ESQUEMA PR POR PANGARES CANSADOS QUE GANHAM SALÁRIOS ABSURDOS E NÃO JOGAM NADA, ENQUANTO OS GAROTOS COMEM GRAMA E NÃO TEM OPORTUNIDADES OU ESSE TREINEIRO EH COVARDE MESMO?

  4. Paulo, achei que o Jean foi extremamente infantil.
    Entendi como ele, primeiramente, provocando a torcida do Vitória, até por ter jogado pelo rival Bahia e, posteriormente, direcionando-se para nossa torcida. Pra mim expulsão justa de um goleiro despreparado para ser o titular de um time do tamanho do São Paulo.

  5. Temos uma estrutura incrível na base, títulos seguidos em todas as categorias e obscuramente aproveitamos 15% desse potencial. Jogadores de outros times, até outros países, são contratados e jogam. Ou contrata craque para pegar a camisa e fazer a diferença, ou coloca a base. O que Éverton Felipe, Gonzalo Carneiro, Tréllez têm a mais do que Brenner, Helinho, Toró, Caique, Igor Gomes? Não à toa, perdemos num passado recente o Oscar por falta de oportunidades. Dos onze em campo hoje, o único da nossa base era o Luan. Pra mim, o melhor em campo. Coincidência? O melhor lateral direito do Brasil era o Militão. Coincidência? David Neres, eleito o melhor estrangeiro do futebol holandês e um dos melhores da Europa. Coincidência? Imagino o Brenner ver o Éverton Felipe chegar, quase com a sua idade, vindo da base do Sport e já ter tudo mais oportunidade que ele. O Helinho sequer viajou… Lucas Perri nunca teve uma mísera chance!
    Realmente incompreensível ou, talvez, compreensível por algo que foge da avaliação técnica.
    Para 2019, meu técnico seria André Jardine, mas com carta branca para subir e escalar por critérios técnicos e não obscuros.

    • Penso exatamente como você, Xandão!
      Não vou nem comentar sobre o Jean, goleiro de 10 milhões.
      Quero falar sobre a compra do tal Everton Felipe. Quando saiu a notícia que o S.Paulo estaria contratando esse jogador, fui ver quem era. Vi que era um garoto que jogou alguns bons jogos pelo Sport mas que, no campeonato brasileiro, das 17 ou 18 rodadas ele tinha participado de apenas 5, para poder ser vendido. Ora, o Sport lutava para não estar entre os 4 do Z4. Se fosse um jogador importante capaz de fazer diferença para a equipe jamais o deixariam de fora por 13 rodadas, sem a certeza de que algum clube, realmente, o contrataria, já que Cruzeiro e Flamengo até sondaram mas não quiseram se arriscar. Aí vai o S.Paulo e…crau: mais um saco de dinheiro para um atleta pra lá de meia-boca. Não era importante para o Sport mas alguém muito conhecedor de futebol achou que seria para o S.Paulo. E o Toró, 10 vezes mais jogador do que ele; Helinho; Antony e Brenner, idem, sequer têm uma chance real de fazer alguns jogos para mostrar o que podem.
      E fica assim: daqui a pouco saem desesperados atrás de alguns veteranos em fim de carreira – tipo Nenê e Diego Souza; ou de algum “europeu” que não vingou, porque não tinha mesmo futebol para vingar, tipo o Bruno Peres, e montam um catadão para tentar a sorte por mais uma temporada, como vem sendo feito há alguns anos. Mudam-se os mosquitos da diretoria mas a mer…cadoria continua a mesma!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*