Na Seleção, Jadson promete foco no Brasileiro: ‘Não tem essa de tirar o pé’

Jadson terá de esquecer a seleção brasileira por pouco mais de uma semana. Convocado para a Copa das Confederações, o meio-campista ainda enfrentará a Ponte Preta, pela estreia do São Paulo no Campeonato Brasileiro, em 26 de maio, um dia antes da apresentação ao técnico Luiz Felipe Scolari. Apesar de viver a expectativa de disputar o torneio mais importante da carreira, o jogador promete total comprometimento com o Tricolor.

– Sempre estou à disposição. Ter oportunidade de jogar é sempre bom. Se o Ney precisar, pode contar comigo. Se você chegar com medo, aí as coisas podem vir contra. Tenho de deixar o meu melhor, chegar dividindo. Não tem essa de tirar o pé – afirmou.

O técnico Ney Franco, aliás, disse na entrevista coletiva de segunda-feira, no CT de Cotia, que não abrirá mão de utilizar Jadson em Campinas. O treinador não terá Paulo Henrique Ganso, ausente em virtude de uma lesão no músculo adutor da coxa esquerda. O jogador também se casará no sábado que antecede o confronto.

Empolgado com a vaga na Copa das Confederações, Jadson não esquece o momento difícil vivido pelo São Paulo na temporada. O Tricolor foi eliminado do Campeonato Paulista e da Taça Libertadores, ficando sem chances de título no primeiro semestre. Agora, o grande alvo do clube é, pelo menos, terminar entre os primeiros do Brasileirão.

O meio-campista, aliás, vem sendo um dos poucos poupados das críticas pelos torcedores. No entanto, faz questão dividir o prejuízo com o restante do elenco.

– Todo mundo tem uma parcela de culpa nas eliminações. Culpar um jogador ou outro é complicado. A torcida tem a opinião dela. Eu fico feliz de ter feito um bom trabalho nesse início de ano – ressaltou.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*