Muricy diz que teve medo de morrer e critica profissão de técnico no Brasil

No mês de setembro, um susto. Após uma arritmia cardíaca, Muricy Ramalho teve que se afastar das atividades no São Paulo e ficar quatro dias internado no hospital São Luiz, na capital paulista. Depois de ter alta, o técnico se recuperou em casa. Neste domingo, o Esporte Espetacular exibe uma entrevista exclusiva do apresentador Ivan Moré com o treinador.

– Ele disse que teve medo de morrer, mas depois do susto que ele levou no coração, ele continua sendo o mesmo Muricy. Gente fina e ranzinza –  brincou Ivan Moré.

Na entrevista, Muricy critica a carreira de treinador no Brasil, dizendo que é muito estressante e que isso foi a causa do problema no coração. Cotado para assumir a Seleção na saída de Felipão, ele não fugiu da opinião e disse que Tite deveria ter sido chamado antes de um retorno do Dunga, mas não descartou a possibilidade de um dia comandar a equipe Canarinho. Uma das satisfações de Muricy na temporada é ter recuperado um bom futebol de Alexandre Pato. Quer saber mais? Não perca, domingo!

Muricy em entrevista exclusiva para o Esporte Espetacular  (Foto: Sergio Gandolphi)Muricy em entrevista exclusiva para o Esporte Espetacular (Foto: Sergio Gandolphi)

Relembre problemas de saúde de Muricy

Muricy tem acumulado problemas de saúde recentemente. Em 2009, quando também era técnico do Tricolor, foi internado por conta de pedra nos rins. Dois anos depois, no Santos, sofreu uma hérnia de disco. Já em 2013 viveu a situação mais complicada: uma diverticulite (problema no intestino) o deixou alguns dias no hospital.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*