Muricy avisa após mais uma vitória: “Para me pressionar tem que ser grande”

O técnico Muricy Ramalho expôs na última quinta-feira, após vitória sobre o São Bento, que há uma divisão de pensamentos na diretoria do São Paulo e que tal situação não só atrapalha o funcionamento do futebol como cria “forças” para derrubá-lo. Neste domingo, após vencer a Ponte Preta em Campinas, por 2 a 1, o treinador tentou não tocar no assunto, mas reafirmou aquilo que disse há três dias.

“Não dá nem pra falar mais nisso aí. Já passou. Bola para frente”, disse Muricy, em entrevista coletiva reproduzida pela Rádio Globo, quando questionado sobre a nota oficial do presidente Carlos Miguel Aidar, que no dia seguinte reiterou apoio à permanência do treinador.

Depois, no entanto, o técnico falou mais uma vez que é preciso ter força para tirá-lo do comando da equipe: “Para mim, pedir a cabeça só se o cara vier me pressionar. Tem que ser fera para me pressionar. Outro dia o time brigou para não cair e a gente ficou com o time em cima. Para me pressionar tem que ser grande”, falou.

Questionado sobre uma possível saída do vice-presidente de futebol Ataíde Gil Guerreiro, maior defensor do treinador no clube, Muricy detalhou a boa relação com o dirigente.

“Em relação ao Ataíde, é um grande companheiro não é de agora. Pessoa que eu admiro, porque acho que é importante na vida, a coisa mais importante para mim é o caráter. Ele tem muito isso, e a gente é muito parecido nesse sentido. Eu acredito que não vá ter esse problema. Presidente está do lado dele, a gente percebe nas conversas. O São Paulo e o futebol perdem muito com a saída dele se ele sair”, falou o treinador.

Em relação aos gritos da torcida presente no Moisés Lucarelli, que mesmo com a vitória gritou “É quarta-feira”, Muricy disse achar natural.

“Primeiro que assim, de quarta-feira é natural, é Libertadores. Estamos brigando e estamos nela, temos chance”, falou.

 

Fonte: UOL Esporte

3 comentários em “Muricy avisa após mais uma vitória: “Para me pressionar tem que ser grande”

  1. Vai se achando Manezão, suas asas vão ser cortadas logo logo…

    Faz um trabalho MEDIOCRE e ainda não quer ser cobrado, se esse presidente não fosse frouxo, esse treineiro estaria na rua faz tempo, fica peitando a diretoria e esse presidente fraco, que parece mesmo ter medo desse treineiro ULTRAPASSADO!

    E tem mais, ganhou na mais pura sorte, porque a Ponte matou o SPFC e só não goleou devido à falta de pontaria dos seus jogadores.

    TREINEIRO ENGANADOR, VIVE TOMANDO NÓ TÁTICO E AINDA SE ACHA O “GÊNIO”.

  2. nunca vi alguém ser tão arrogante assim! Esse senhor não desce do pedestal nem por decreto, toda hora tem um “inimigo” pra derruba-lo, sabe quem é o seu inimigo Muricy ? É o senhor mesmo, que não sabe treinar adequadamente esse elenco.

    Se tem pessoas na diretoria q não para de critica-lo é pq estão vendo o quanto vc é ultrapassado, arrogante, teimoso e enganador. Fale menos e trabalhe mais, pare de jogar a culpa nos outros, aceite seus defeitos e corrija-os, se acha q não aguenta mais toma vergonha na cara e pede pra sair.

    Muricy tá parecendo o governo Dilma, quem ousa critica-lo é “inimigo” ou “elitilista” como diz a Dilma, não pode ouvir umas verdades que se sente no direito de até desrespeitar a hierarquia dentro do SPFC, ele é funcionário tem calar a boca e cumprir ordens, ganha um alto salário pra treinar essa equipe e não ficar criando picuinhas na imprensa, isso é coisa de gente mal caráter!!

    O Aidar realmente é um bundão!! Se era comigo já teria demitido esse enganador e arrogante do Muricy.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*