Kardec tenta amenizar críticas e pede apoio da torcida para quarta

O São Paulo já tinha virado a partida contra a Ponte, vencia por 2 a 1 no Moisés Lucarelli neste domingo e ouvia, das arquibancadas, a própria torcida gritar, em cobrança, “É quarta-feira”. A referência óbvia é em relação ao jogo contra o San Lorenzo (ARG), pela Copa Libertadores, no Morumbi. Em relação complicada com a torcida organizada neste momento,  o atacante Alan Kardec pede para que cessem as cobranças e troquem por apoio ao time.

“Aproveito para pedir o apoio da torcida, quando você tem confiança e tem o apoio as coisas ficam mais fáceis”, falou o atacante, autor do gol da virada do São Paulo.

Alan Kardec também contestou críticas sobre suposto descaso dos atletas. A torcida tem criticado, além de Muricy Ramalho e o vice de futebol Ataíde Gil Guerreiro, aquilo que seria falta de empenho dos jogadores.

“Primeiro abraço que eu queria dar era nos meus companheiros, trabalhamos com muita seriedade e dedicação. As coisas não acontecem não é porque não queremos. Meu momento junto com a equipe é de crescimento, estamos na metade da temporada, tem muitas coisas que poderiam estar melhores ainda não estão”, disse.

“Eu não digo titular, mas eu trabalho e vou sempre buscar a titularidade. Hoje mais dentro da minha posição, acabaram acontecendo as coisas que a gente treinou. Um gol de cruzamento, depois outro”, concluiu.

 

Fonte: UOL Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*