Movimentação de Robinho, bola aérea e coletivo: Hudson projeta Choque-Rei

Hudson foi o escolhido por Muricy Ramalho para substituir Souza no clássico contra o Palmeiras, nesta quarta-feira, às 22h, na arena alviverde – Thiago Mendes era a outra opção. A vaga se abriu por conta da convocação do titular para os amistosos contra França e Chile. Depois do treino tático desta terça-feira, o jogador está ciente do que o técnico do São Paulo quer dele em campo.

Muricy pediu atenção especial com a movimentação de Robinho, armador do Palmeiras. Ao lado de Denilson, Hudson será o encarregado de diminuir o espaço do meia no Choque-Rei.

– Eles se movimentam muito. Vamos ter de correr mais para dar conta de marcar todos. É um time com jogadores rápidos. Tem jogadores que prendem a bola, como Cristaldo e Rafael Marques. Tem o Robinho, que faz a flutuação por trás dos volantes. Ele (Muricy) pediu para ter mais atenção. Também tem o Arouca que chega de trás. Não tem um jogador em destaque, mas sim um coletivo que preocupa a todos nós – definiu o volante.

Muricy também mostrou preocupação com as bolas paradas do rival ao posicionar a defesa no CT da Barra Funda. Ele orientou como quer a marcação nos escanteios e nas faltas laterais. O treinador ainda simulou cobranças de falta frontais ao gol de Rogério Ceni, com batidas de Centurión e Boschilia. No Palmeiras, Robinho e Zé Roberto são os encarregados dessa função.

– Eles têm jogadores altos. É uma preocupação normal para não ganharem essa bola. Precisa ter uma marcação forte. A nossa marcação padrão é por zona: cada um pega quem cair no seu setor – explicou o volante.

Hudson, por fim, disse que espera tirar proveito do espaço deixado pelos volantes do Palmeiras, Arouca e Gabriel. A dupla tem característica de subir ao ataque com frequência.

– Com certeza. É um dos pontos que temos de aproveitar para surpreendê-los – finalizou.

Sem vencer clássicos no ano, o São Paulo tentará bater o Palmeiras para garantir a classificação para as quartas de final. Líder do Grupo 1, com 26 pontos, o Tricolor empatou sem gols com o Santos e perdeu duas vezes para o Corinthians nesse ano. O time definido por Muricy no treino é o seguinte: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Lucão e Carlinhos; Denilson, Hudson, Michel Bastos e Ganso; Alexandre Pato e Luis Fabiano.

Escalação São Paulo para pegar o Palmeiras (Foto: Reprodução)

 

 

Fonte: Globo Esporte

2 comentários em “Movimentação de Robinho, bola aérea e coletivo: Hudson projeta Choque-Rei

  1. Sei que não tem relação nenhuma ao post e, por isso, peço desculpas, mas PP, nada se fala mais em patrocínio?
    Será tão incompetente assim àquele que está responsável? Será que não tem capacidade nem para contratar uma agência para fazer o seu trabalho?

    Tem alguma notícia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*