Michel Bastos volta ao Scarpelli após dar show contra o São Paulo

Há nove anos e vinte dias, o Figueirense recebia o São Paulo pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2005 e fazia a festa da torcida alvinegra graças ao talento de um promissor lateral-esquerdo. O herói daquela noite no estádio Orlando Scarpelli foi Michel Bastos, autor de um golaço e de uma assistência na vitória catarinense por 3 a 1. Neste domingo, ele participará novamente do confronto, mas com a camisa tricolor.

– Tem um sabor muito importante para mim. Tem quase dez anos que não jogava aqui em Florianópolis e tenho a oportunidade de começar jogando. Estou do outro lado, vestindo outra camiseta, mas vou dar meu máximo para ajudar a equipe do São Paulo ganhar – destacou o agora meia no time de Muricy Ramalho.

Michel talvez nem imaginasse em 2005 que disputaria a Copa do Mundo de 2010 pela Seleção Brasileira e que formaria o meio de campo com Kaká no São Paulo em 2010. Mesmo assim, fez uma de suas melhores partidas da carreira. O Tricolor, que havia conquistado o tri da Copa Libertadores da América semanas antes, saiu na frente com gol de Amoroso e parecia que colocaria um ponto final na série de sete jogos sem vencer. Parecia.

Aos 32 minutos do primeiro tempo, pouco tempo depois dos paulistas abrirem o placar, Michel Bastos soltou um foguete em cobrança de falta na meia direita e não deu chances para Rogério Ceni. O centroavante Adriano viraria no minuto seguinte e, aos 39, sacramentaria a vitória do Figueirense após Michel entortar o são-paulino Souza e cruzar com perfeição na grande área.

– O Figueirense agora vive bom momento também. Se conseguirmos conquistar esses pontos, no final vai contar bastante. Fazer um bom resultado vai nos ajudar a continuar com confiança. Temos que pensar em ganhar mesmo, porque vai ser importante para a gente – projetou o tricolor.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*