Michel Bastos volta a ficar de fora e parece sem clima no São Paulo

Para a surpresa de muitos, Michel Bastos foi titular do São Paulo na partida contra o Sport Recife, em Pernambuco, há duas rodadas atrás no Campeonato Brasileiro. No fim, o Tricolor empatou por 1 a 1, apesar de ter tomado muita pressão, e Ricardo Gomes acabou criticado por ter deixado o camisa 7 em campo durante todo o jogo. Nesta quinta, contra o Santos, o técnico são-paulino mudou de ideia e, de titular, Michel Bastos sequer foi relacionado para o clássico. Segundo Ricardo Gomes, o jogador não está bem fisicamente.

“Opção minha”, resumiu em um primeiro momento o treinador, para em seguida explicar melhor a sua decisão. “Dei ainda uma chance (contra o Sport), mas enquanto não recuperar a parte física…Ele depende da parte física. Ele tem muita potência, mas ainda não está desenvolvendo o que esperamos”, completou.

Acuado, Michel Bastos não fala com a imprensa há mais de dois meses (Foto:Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Acuado, Michel Bastos não fala com a imprensa há mais de dois meses (Foto:Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Até agora, Michel Bastos fez apenas 14 jogos com a camisa tricolor neste Campeonato Brasileiro. Com o meia em campo, a equipe venceu apenas duas vezes, sofreu quatro derrotas, além de oito empates. Foram 969 minutos em campo e nenhum gol marcado até agora.

Quem acompanha o dia a dia do clube concorda que Michel Bastos não tem mais clima para seguir no São Paulo. Depois da invasão da torcida ao CT da Barra Funda, em agosto, quando ele, Carlinhos e Wesley foram agredidos, o jogador tomou a decisão de deixar o clube, mas foi convencido a ficar por Marco Aurélio Cunha.

Mas, em campo pouca coisa mudou. Michel Bastos segue apático, sem falar com a imprensa e com poucas oportunidades no time. A ideia da diretoria e do próprio atleta é encerrar esse vínculo no fim do ano, seja por meio de um empréstimo, de uma venda ou até mesmo de uma troca.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários em “Michel Bastos volta a ficar de fora e parece sem clima no São Paulo

  1. Que belo emprego este cidadão tem, não?! Não trabalha e ganha seus quase “míseros” 300k/mês. Devia então abrir mão do salário já que diz não ter mais clima para jogar pelo SPFC. Se não tem clima também não tem salário. Mas como a administração é presidida por aqueles que lá estão não há surpresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*