Marco Aurélio não descarta Fabuloso e banca Ricardo Gomes

Praticamente livre do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, mas também com a certeza de mais um ano sem títulos, o São Paulo começa a se planejar para a temporada 2017. Para ter uma equipe mais competitiva, o clube do Morumbi irá ao mercado atrás de reforços e o ataque, um dos setores mais carentes do elenco, deve ser prioridade. Com o contrato rescindido na China, Luis Fabiano não é descartado pelo diretor executivo de futebol, Marco Aurélio Cunha.

“O Luis Fabiano parece que rescindiu o contrato com a China, nos visitou no CT, mas não sei o que esperar do futuro dele, nem qual a ideia do Luis Fabiano. Não fechamos portas, sempre pensando nos grandes ídolos e reforçando a equipe”, disse o dirigente, durante o programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, no último domingo.

Na semana passada, o atacante de 35 anos rescindiu seu contrato com o Tianjin Quanjian, da China, e ficou sem futuro definido. No domingo, Luis Fabiano, terceiro maior artilheiro da história do Tricolor, visitou os ex-companheiros no CCT da Barra Funda, onde a equipe realizou o último treino antes da partida contra o América-MG, marcada para esta segunda, em Belo Horizonte, pelo Campeonato Brasileiro.

Ainda em relação ao setor ofensivo, Marco Aurélio avisou que dificilmente o São Paulo arcará com os custos de uma eventual compra dos direitos econômicos de Kelvin, que pertence ao Porto, de Portugal. Também falou sobre a situação do lateral esquerdo chileno Eugenio Mena, que tem empréstimo encerrado em dezembro.

“O Kelvin pertence ao Porto e é uma pedida alta. Claro que pode haver mudança em números e aí ele pode interessar. Temos o Mena também que tem feito ótimos jogos, além da rotina técnica de ser muito regular. Vence o contrato e temos que pensar como ficaremos com ele”, explicou.

Tema de maior atenção entre torcedores são-paulinos nas últimas semanas, Rogério Cenitambém foi citado pelo dirigente tricolor. De acordo com Cunha, o ex-goleiro e maior ídolo do clube certamente será o treinador do time futuramente, mas afirmou que por ora a intenção do planejamento é iniciar 2017 com Ricardo Gomes no comando.

“No ano que vem, teremos o Ricardo Gomes. O Rogério sem dúvida um dia vai ser o treinador do São Paulo. Ele está fazendo cursos, uma peregrinação na Europa, conversando com treinadores dos grandes clubes. No momento adequado, quando as coisas coincidirem, ele será o treinador do São Paulo”, concluiu.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

10 comentários em “Marco Aurélio não descarta Fabuloso e banca Ricardo Gomes

  1. Se essa porcaria de diretoria e seu MAC contratar o LF eu paro de torcer, chega, mais um refugo, e seu MAC manter o RG para que, para fazer os torcedores sofrerem mais ainda, esse é muito ruim, ate o Jardine sem experiencia é 1000 x melhor que ele.
    Eu eu tinha escrito em outro comentario, é ganhar ou ganhar.
    Mas ja esta perdendo.

  2. FORA MARCO AURÉLIO!

    Chega de ficar na mão de gente com pensamento de velho engessado. Nilmar? Luis Fabiano outra vez? Lugano?

    Chega. Não precisamos ser rebaixados para parar de cometer os mesmos erros.

  3. diretoria , nao faça nada antes de lê a carta o beto

    nao joguem 2017 no lixo como fizeram com 2016 dessa vez escutem o beto

    Rumo ao G7

    Pra sempre soberano

  4. Levando-se em conta que o SP não disputará títulos em 2017, e não há perspectivas de contratação de um centroavante de nível. Sou a favor da recontratação do Luis Fabiano, pelo menos seus gols inúteis nos deixarão longe da zona do rebaixamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*