Luis Fabiano supera lesões, mas se afasta por indisciplina e vira recordista de cartões do BR

Luis Fabiano enfrentou seguidos problemas físicos e passou por cirurgia desde que retornou ao São Paulo, no ano passado. Os problemas de ordem médica continuaram no começo de 2012. Enfim recuperado, o camisa 9 agora enfrenta novo obstáculo: a indisciplina. Ele recebeu cartão amarelo em todos os 4 jogos disputados no Brasileirão, sendo o recordista de cartões no torneio: 6 ao todo (5 amarelos e 1 vermelho).

Em 31 jogos desde que retornou ao clube em 2011, o atleta recebeu 16 cartões, sendo 15 amarelos.

Neste domingo, o Fabuloso fez um gol na vitória do São Paulo contra o Atlético-MG por 1 a 0, mas recebeu dois amarelos e um vermelho. Resultado: novamente desfalcará o time no Brasileirão, desta vez diante da Portuguesa, sábado, no Canindé.

Luis Fabiano corre risco de receber gancho do Superior tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Isso porque ele xingou o árbitro Elmo Rezende Cunha neste domingo, sendo expulso por reclamação.

A súmula da partida entre São Paulo x Atlético-MG será determinante para o futuro do atacante no Nacional. Caso o árbitro relate os xingamentos proferidos por Luis Fabiano, o atacante corre risco de ser denunciado ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

O artigo 258 (desrespeitar arbitragem) prevê pena de 1 a 6 partidas para atletas que desrespeitarem a arbitragem.

O documento com o relato do árbitro será apresentado no site da CBF nesta segunda.

Terapia em 2003

Luis Fabiano fez terapia, em 2003, com a psicóloga Regina Brandão. A decisão, na época, partiu do próprio atacante, que tentava se livrar do rótulo de briguento. Desde 2009 que ele não era advertido com cartão vermelho, série quebrada no domingo.

Os dois casos de violência em campo que marcaram negativamente o atacante foi na confusão com atletas do River Plate, em 2003, pela Copa Sul-Americana, e a briga com o lateral Diogo, em 2007, no jogo entre Sevilla x Zaragoza. Desde então, Luis Fabiano deixou de ser brigão, embora não tenha conseguido superar a mania de reclamar em campo.

Do Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*