Lucão impressiona em primeira coletiva e quer ser líder

O jovem zagueiro Lucão, 19, do São Paulo, será titular na partida contra o Cruzeiro, pelas oitavas de final da Copa Libertadores, no próximo dia 6. Nesta terça-feira (28), ele concedeu a primeira entrevista coletiva da carreira, no CT da Barra Funda, e mostrou naturalidade incomum. Paciente e bem articulado, respondeu a todas as perguntas de forma clara e com opiniões contundentes. Em uma delas, afirmou que se candidata a ser líder do São Paulo em um futuro sem Rogério Ceni.

“Eu desde a base, cheguei no São Paulo com 12 anos, sei que tenho essa liderança. Não é à toa que o Muricy falava. Lógico que não vai ser depois do Rogério, mas desde a base tenho esse estilo de um atleta com mais liderança, com uma postura mais diferente. Estou aberto a isso”, afirmou o jovem, antes de citar as características que um líder deve ter.

“A liderança em primeiro lugar é ser um exemplo, dentro e fora de campo, nas suas atitudes. Naquilo que você faz, a pessoa olha pra você e vê que pode ser um bom exemplo. Não só na vida profissional, aqui no CT, mas na vida, no convívio, do lado de fora do portão. Isso chama atenção, atrai, isso chega naturalmente”, falou Lucão, que citou Rogério Ceni e Ricardo Oliveira como exemplos no futebol brasileiro. “Primeiro aqui no São Paulo, Rogério Ceni, quando cheguei aqui, Rogério sempre foi um cara líder, ganhou tudo que ganhou na carreira, as atitudes dele, e um cara recente que eu vi, você olhando para o cara dá pra ver que é um líder, é o Ricardo Oliveira, do Santos”, completou.

Lucão sempre foi muito elogiado pelo ex-treinador Muricy Ramalho, que afirmava que o zagueiro tem um futuro brilhante e destacava exatamente a postura de liderança. Muricy sempre tratou Lucão, desde os 17 anos, como futuro titular do São Paulo. Nas categorias de base do São Paulo e da seleção brasileira, ele sempre vestiu a braçadeira de capitão nas equipes em que jogou.

“Minha relação com Muricy é sempre uma relação muito boa. Ele foi um cara que me ajudou, me elogiava, sempre me passou confiança, me orientava nos treinamentos e nos jogos. Sou muito grato às oportunidades que ele me deu, uma relação muito boa de atleta para treinador e de amigo para amigo”, avalia o jovem.

Ao término da entrevista, Lucão fez uma avaliação de sua estreia em frente às câmeras no CT e aprovou: “É a primeira coletiva. Acho que fui bem”.

Um comentário em “Lucão impressiona em primeira coletiva e quer ser líder

  1. Pelo menos isso e’ ter vontade de ser alguem com responsabilidade.
    O Lukas que ganhou a Sulamericana queria ser o melhor do mundo.
    Outros apenas querem ser medalho’es.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*