Leão diz que São Paulo precisa reagir e promete mudanças: “Doa a quem doer”

A eliminação na semifinal da Copa do Brasil após vencer na partida de ida e uma nova derrota na 6ª rodada do Campeonato Brasileiro deixaram o técnico Émerson Leão “decepcionado”, como definiu ele próprio após a vitória da Portuguesa por 1 a 0 neste sábado. Por causa disso e pela situação delicada em que está no comando, ele prometeu mudanças e disse que as fará independente de quem for atingido.

“O time passa por um momento desagradável. São pequenas e poucas derrotas, mas são grandiosas e temos que saber a profundidade delas. Agora, a gente disputa duas semifinais, perde nas duas e depois perde de novo, outro jogo, claro que isso ia acontecer (protesto). É difícil, mas isso tem de mudar e vamos fazer mudanças, doa a quem doer”, disse o treinador.

“Posso ter 90% de aproveitamento no comando, mas não adianta se a gente cair em uma semifinal ou em uma final. O futebol orquestra isso. Eu estou aqui falando com vocês muito tranquilo, mas muito decepcionado. Não vamos julgar ninguém (diretoria e torcida). Nós temos que mudar, nos cobrar e tentar melhorar”, completou.

No jogo deste sábado, Leão fez três mudanças: tirou Cortez, Lucas e Casemiro. O treinador, no entanto, não elegeu os três como os piores do time, tampouco disse que eles serão os afetados com as trocas.

“O Lucas é jogador de seleção, é jovem, precisa reagir e mostrar um bom futebol”, disse o treinador. “O Casemiro é outro jovem de seleção, foi recusada uma proposta de 17 milhões de dólares e isso não é à toa. Ele vai dar muitos frutos para a gente ainda, e eu só tirei porque ele já tinha amarelo. Como estou cansado de ficar com um a menos no segundo tempo, fiz essa mudança”, completou.

O São Paulo se reapresenta na segunda-feira e terá a semana livre de jogos, só com treinos. No sábado, o adversário é o Cruzeiro, fora de casa, pela 7ª rodada do Brasileirão.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*